Luiz Ferreira

Declaro-me contra o sistema político ao qual atravessamos no nosso país. Não aceito tanta violência, não suporto mais viver em um país onde a criminalidade impera. Não aceito ver homens e mulheres, meus irmãos, morrerem a míngua nas portas dos hospitais, sem atendimento e sem o mínimo de respeito à dignidade humana. Não aceito ver as escolas públicas sem carteiras, com constantes greves de professores, os quais são pessimamente remunerados. Dói-me os olhos ao ver meus semelhantes morando em barracos, em palafitas, debaixo de pontes e de viadutos. A carga tributária deste país é um confisco, o retorno financeiro dos nossos impostos pagos, não é revertido em melhorias para a população. Enfim, não existe justiça social. Não acredito em nossos políticos, os amaldiçoou quando os vejo locupletando-se com o erário público, desviando verbas que deveriam ser para saúde, educação e moradia.

Já perdi um filho mais velho que não suportou viver na tal da pátria amada e partiu para Europa, onde vive há uma década longe destas misérias relatadas. As perspectivas do nosso povo já não mais existem e por este motivo a desesperança nos toma conta. A cada dia que vivemos não acreditamos que haverá uma oportunidade em mudar o quadro crítico deste país.

Relembrando o golpe de 64, gostaria de ter tido o mesmo fim dos exilados manifestantes contra o militarismo em apoio ao presidente deposto João Goulart. Peço, imploro, me exilem, pois tenho vergonha de pertencer a uma nação onde existem deputados aliados ao governo presos por extorsão, formação de quadrilha, enriquecimento ilícito, dentre outras tantas falcatruas.

Serei réu confesso: Fui um dos caras pintadas do movimento de 1992, posso provar, vejam meu título de eleitor e verás que votei na “esquerda”, no partido dos trabalhadores, acreditei na força operária, cheguei até a usar barba, a usar boina, e a chamar meus amigos de companheiros.

Hoje eu só quero viver em paz, pode ser no Uruguai, na Argentina, no Chile, no México ou no Peru, pois o nosso Brasil, no que se refere o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), está na humilde 73º colocação, ficando atrás de Chile em 45º, Argentina em 46°, Uruguai em 52º, México em 56º e Peru em 63º.

O meu sonho é que a desigualdade social diminuísse e que o Brasil chegasse ao nível da Suécia, onde todos têm direito a cultura, saúde e educação gratuita, e onde os políticos vivem sem privilégios e sem ostentar riquezas. Assumo que minha geração deve ter feito pouco pela democracia, sinto inveja de Gilberto Gil e de Caetano, que foram nada mais nada menos exilados para cidade de Londres na Inglaterra.

Queria eu ter sido um pouco mais velho, quem dera eu ter sido exilado, ao menos não veria um país disseminado pela corrupção, não veria um país retirado das mãos de uma ditadura militar e entregue nas mãos de uma ditadura sindical. As palavras educação, moral e cívica foram retiradas das escolas, os jovens não são mais recrutados pelas forças armadas, são recrutados agora pelos narcotraficantes os quais assolam o nosso país, pois encontram a omissão dos nossos governantes para se instalarem e consequentemente enriquecerem destruindo famílias e acabando com a vida dos nossos jovens.

Não sei a quem peço formalmente, mas espero que esta suplica chegue a quem de direito e possa me ajudar, quero ser exilado. Não aguento mais ver triunfar as nulidades; de ver prosperar a desonra, de ver crescer a injustiça, de ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, pois tenho medo e vergonha de um dia dizer que sou Brasileiro.

Quem sabe quando um dia voltar do meu futuro e alvissareiro exílio não receberei uma indenização para assim poder sustentar dignamente a minha família, sem precisar conviver com um salário atualmente de fome? Quem sabe quando eu voltar um indivíduo preso ganhe um salário reclusão menor do que de um trabalhador? Quem sabe, quando eu voltar, o aumento do salário mínimo seja maior do que o da bolsa família? E por fim, quem sabe? Quem sabe...

Luiz Ferreira Bacharel em Direito, Pós Graduado em Política e Estratégia.E-mail:    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Skype - lcfs_ferreirauniaoejustica.webnode.com.br


banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player