Sérgio Passos

Junho está aí, e com ele a tão esperada Copa do Mundo de Futebol que chega ao Brasil. Para alguns, entre eles a equipe do governo federal, são momentos de expectativa e angústia; para outros, o bálsamo do momento (já que temos carnaval, São João, etc). Haja paixão!

Porém, sobre o que na verdade quero escrever, é sobre o medo!

O medo que todos nós estamos começando a sentir dos possíveis movimentos de protestos espalhados pelas ruas e avenidas das nossas grandes cidades, criando problemas terríveis de locomoção e perdas materiais com atos de vandalismo, principalmente nas capitais onde vão acontecer os jogos com a presença de torcedores e turistas de todo mundo. E também o medo duplo, de que a seleção do Brasil não faça uma boa figura no torneio, agravando mais ainda o sentimento de frustração de toda uma nação. E quando falo em frustração, é porque foi criado um ambiente de esperança, pelo marketing governamental, no que a Copa nos deixaria - o famoso legado de infraestrutura.

Mas, o que estamos vemos na nossa triste realidade, são os hospitais desaparelhados, ausência de segurança pública, o trânsito caótico do dia a dia, etc. O mais simples brasileiro passou a compreender que não basta apenas o bolsa-família, e que necessitamos  muito mais para termos uma vida digna.

O brasileiro, dentre outras imagens, tem a de ser um povo alegre, festivo e hospitaleiro, e não podemos nos comportar como uma família mal educada, que ao receber visitas, de maneira inadequada, discute, berrando, e com trocas de insulto. Que imagem levarão aqueles que nos visitam? Quais informações levarão adiante, neste mundo instantâneo?

Portanto, o bom mesmo é deixar para protestar em outubro próximo, de uma forma tranquila, silenciosa, pacífica e inteligente, escolhendo para dar o voto para aquele candidato que escolhermos, acreditando que ele verdadeiramente ajudará a mudar o Brasil para melhor, com vontade e ações, a vida de todos nós, brasileiros; serão 30 segundos que poderão se transformar em anos de arrependimento.

Portanto, vamos escolher bem!

 Sérgio Passos é médico e presidente estadual do PSDB na Bahia



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv