Resultado de imagem para Dia Mundial Sem Carro marca crescimento da rede cicloviária de Salvador

Domingo (22) é comemorado o Dia Mundial Sem Carro, iniciativa que tem como objetivo estimular o transporte sustentável através do pedal. E os soteropolitanos podem aproveitar a data circulando de bike nos quase 250 quilômetros de espaços destinados aos ciclistas existentes na cidade. 
 
Atualmente, a capital baiana possui 248,97 quilômetros de sistema cicloviário, sendo 168,37 implantados pela Prefeitura nos últimos anos, incluindo ciclovias, ciclorrotas e ciclofaixas. Similares na utilização, elas podem ser definidas de acordo com a interação com o meio. 
 
Enquanto as ciclovias são espaços dedicados exclusivamente para a prática do ciclismo, geralmente segregadas dos demais veículos que compõem o trânsito, as ciclofaixas são pintadas no asfalto, sem a necessidade de separação física entre as vias para automóveis e bicicletas. Nas ciclorrotas, carros e bicicletas trafegam juntos, com sinalização horizontal e vertical que informe com clareza a existência de ciclistas nos locais.
 
Outras iniciativas - Além da expansão das vias para ciclistas, a Prefeitura possui outras iniciativas que visam fomentar o estímulo da prática. A Secretaria da Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), por exemplo, premia com folgas servidores que fazem uso de bicicletas no deslocamento ao trabalho.
 
Há ainda o Movimento Salvador Vai de Bike. O projeto é coordenada pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), em parceria com o Itaú, e estimula o compartilhamento de bicicletas (as "laranjinhas"). Atualmente, são 50 estações, 400 bikes, milhares de viagens realizadas e mais de 234 mil pessoas cadastradas. 

O Salvador Vai de Bike também apoia e realiza uma série de eventos ligados à temática, como por exemplo: passeios ciclísticos do Outubro Rosa, Pedalada Cultural, Virada Ciclística e Passeio Ciclístico da Primavera, que fomenta a realização de competições esportivas de ciclismo anualmente na cidade. Desde 2013 até este ano, as ações somam mais de 90 eventos realizados, com um público geral acima de 40 mil participantes. Haverá, inclusive, passeio ciclístico e ações para as crianças neste domingo (22), no Festival da Primavera.
 
Outra ação que vai aumentar a rede cicloviária de Salvador é a implantação dos corredores exclusivos do BRT, que vão ligar a Estação da Lapa à região do Shopping da Bahia. Além de pistas exclusivas para carros e para o novo modal de transporte, o projeto contempla a construção de oito quilômetros de ciclovia, passando por vias como as avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães e ACM, que concentram boa parte dos empregos da cidade. 

Origem – Dia Mundial Sem Carro, ou World Car Free Day, começou a ser celebrado oficialmente na França, em 22 de setembro de 1997, e logo em seguida se espalhou por várias cidades do mundo. O objetivo é estimular a reflexão sobre o uso excessivo do automóvel e sobre os danos que os veículos podem causar ao meio ambiente, e incentivar a população, durante um dia, a utilizar transportes alternativos, mostrando que é possível se deslocar sem precisar de um carro ou moto.  

banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player