Após ter sido ameaçado com a perda de mandato, o deputado estadual Sargento Isidório (PSC) conquistou ontem a liberação de três processos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O parlamentar foi processado sob a acusação de infidelidade partidária, após ter saído do PSB com destino ao ninho socialista-cristão, em outubro do ano passado, prazo limite para que os políticos com intenção de concorrerem nas eleições deste ano mudassem de sigla. Ontem, ele foi absolvido automaticamente de três processos, dois deles movidos pelo Pastor Manassés, suplente que aguardava a definição para assumir a cadeira. O Pastor defendia que Isidório, ao exercer a troca partidária, acabou entregando o mandato conquistado em 2010. Contudo, nos processos que caíram nas mãos do mesmo relator, Josevando Andrade, não houve esse entendimento e o deputado conhecidopelas opiniões polêmicas na Casa Legislativa estadual vai poder ficar até o final da legislatura e concorrer nas eleições de outubro. A absolvição se deu por unanimidade com sete votos a favor. Antes desse julgamento, a Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE) se mostrou favorável à ação de perda de mandato no TRE. O deputado que não esconde o seu lado religioso agradeceu à força divina o resultado positivo. “Graças a Deus os juízes fizeram a justiça que eu imaginava. As autoridades são constituídas por Deus, orando a Deus para me proteger. Como sou pastor evangélico, se porventura eu tivesse errado aos olhos dos homens, iria me conformar. Graças a Deus e às orações dos homens e mulheres, eu defendo a questão da família tradicional”, disse em entrevista ao site Bahia Notícias.


banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player