Empossado na presidência da Empresa de Turismo da Bahia (Bahiatursa), Diogo Medrado, filho do deputado federal Marcos Medrado (SDD), começa a traçar metas e diz que desconhece quaisquer divergências, em relação a sua ida para o comando do órgão. A posse de Diogo envolveu uma costura política entre o deputado federal, que é presidente estadual do partido Solidariedade, e o governador Jaques Wagner (PT), sendo por consequência avalizada pelo Conselho de Administração, que tem no comando o secretário estadual de Turismo, Pedro Galvão. A indicação mantém a sigla partidária na base de sustentação do governo e reforça o apoio à pré-candidatura de Rui Costa (PT) ao Palácio de Ondina nas eleições de outubro. Hoje, o novo presidente começa a dar seus primeiros passos na instituição, quando irá se reunir com a diretoria para focar nas próximas realizações. “Nós temos em 45 dias o Salão do Turismo, a Copa do Mundo e o São João, três grandes eventos. Vamos começar a traçar as metas e ver as pendências com cada diretoria para fazermos com grande qualidade esses eventos”, afirmou. Nos bastidores, sua nomeação foi questionada pelo trade turístico. O antigo dirigente, Fernando Ferrero, tinha fácil entrosamento com todo o empresariado e entidades do meio e a sua saída foi ma surpresa. Ferrero ficou sabendo de seu afastamento do cargo durante o voo inaugural de Salvador a Santiago (Chile). Leia mais no Tribuna.


Prefeitura de Salvador

banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player