Enquanto os bastidores da política nacional apontam a possibilidade de aliança do PR ao pré-candidato da oposição à Presidência da República Aécio Neves (PSDB), na Bahia, o cenário ainda é de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), tendo como um dos fortes aliados a maior liderança da sigla no estado, o ministro dos Transportes, César Borges. O PR já havia fechado a adesão ao projeto do PT no estado, com o postulante ao Palácio de Ondina, Rui Costa. Por enquanto, os rumores na imprensa de Brasília é que o ministro deve enfrentar a contrariedade de seu partido por já ter sinalizado que permanecerá com Dilma. O auxiliar do governo federal teria o prestígio da presidente e pode não querer sacrificar o cargo para apoiar outra proposta eleitoral. De acordo com informação publicada na revista Época, diante da disposição dele em continuar com o PT, existe até mesmo a probabilidade de desfiliação. Consta que desde o início é certo que César não seria uma indicação do PR, mas do governador Jaques Wagner (PT). O ministro ainda não deu respostas sobre os últimos rumores. Ele deve chegar hoje de uma missão na China. Procurado pela Tribuna, o presidente nacional, senador Alfredo Nascimento, disse, através da assessoria de imprensa, que só iria se pronunciar sobre o assunto na Convenção Nacional em data a ser marcada. Antes, conforme afirmou, irá conversar com os deputados e senadores para decidirem um caminho. O presidente estadual da sigla, deputado José Rocha, também não quis comentar o assunto. Mas, a tendência de permanência da aliança republicana e petista, pelo menos na conjuntura baiana, foi sinalizada pelo deputado estadual Reinaldo Braga (PR). “Continuamos no apoio a Rui. Conversei ontem com José Rocha e com o deputado federal João Bacelar e eles não falaram nada a respeito disso (apoio a Aécio). Essa conversa é muito em função do manifesto do deputado Bernardo Santana (MG) das 20 assinaturas”, argumentou, se referindo ao apelo do “volta Lula”, apresentado há três semanas.(Correio)


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv