O capitão do pentacampeonato mundial,  Cafu, participou de uma coletiva de imprensa realizada no Sotero Hotel, em Salvador. Em ano de Copa do Mundo, o consagrado jogador ao lado de Fernando Reis, responsável pelo Restaurant Week no Brasil e pela vinda de Cafu à cidade, falou sobre importância da solidariedade em eventos de grande repercussão nacional e internacional. "Por que não unir o útil ao agradável? Nosso objetivo aqui é democratizar a gastronomia e associá-la a um projeto social. Então, nesta edição, pedimos para que as pessoas doem R$ 1,00 ou mais para a Fundação Cafu”, disse o campeão. E completou: “a Fundação Cafu não é apenas mais uma escolinha de futebol, mas um centro de desenvolvimento que visa tornar crianças em adultos mais esclarecidos, combatendo a desigualdade social”.
Além da imprensa local, estiveram presentes ao evento chefs dos restaurantes participantes, parceiros do Restaurant Week, os jornalistas Giácomo Mancini e Patrícia Nobre e a promoter Lícia Fabio. Durante a coletiva, que precedeu um charmoso coquetel, Cafu também revelou suas expectativas e perspectivas em relação à Copa, as partidas de futebol entre os países rivais, o time escalado para a Seleção Brasileira, as arenas e a infraestrutura montada para receber o mundo durante os jogos. Sob flahs das câmeras, ele exibiu a réplica da taça do mundo que recebeu de presente, ontem, no Campo da Arena Fonte Nova, de um torcedor e fã que foi surpreendido ao encontrar cara a cara seu ídolo, um antigo sonho realizado. O  jogador elogiou o campo de futebol da arena baiana e se mostrou otimista em relação ao hexacampeonato. Hoje ele viajou para Portugal para cumprir compromissos profissionais.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




banner adv