Aconteceu, na tarde dessa quarta-feira, 21, a primeira reunião do Grupo de Trabalho – GT Semiárido Baiano, coordenado pela Casa Civil do Estado da Bahia.  O Grupo, instituído pelo decreto nº 15.109, de 13 de maio de 2014, tem como objetivo promover estudos sobre os temas que envolvem a convivência e o desenvolvimento da região semiárida e elaborar a proposta de Projeto de Lei da Política Estadual de Convivência com o Semiárido.

Com reuniões semanais, o GT Semiárido produzirá um documento que deverá apresentar os objetivos, as diretrizes e os instrumentos necessários para a articulação, gestão e implementação de ações, programas e projetos voltados para a convivência e promoção da região. O texto tem a perspectiva de ser enviado para o legislativo estadual em julho de 2014.

O Coordenador de articulação e monitoramento da Casa Civil, Luiz Henrique D’Utra, salienta que o objetivo do Governo da Bahia é “trabalhar para deixar um legado positivo para o estado, no quesito convivência com o semiárido. Quase 70% do nosso território é semiárido, precisamos intensificar, ainda mais, as ações de desenvolvimento nessa região”, afirma Luiz.

Além de representantes da Casa Civil, o GT Semiárido conta com integrantes das Secretarias de Agricultura, Educação, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano, Integração Regional, Promoção da Igualdade, Combate à Pobreza, Planejamento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Política para as Mulheres e do Trabalho. Além disso, o Grupo também conta com a participação da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), da Procuradoria Geral do Estado (PGE), da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (Ebda) e da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA).

 



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv