Depois de mais de um mês e meio de negociações entre o Sindicato de Rodoviários e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setps) terminou sem acordo a reunião desta quarta-feira (21). Segundo o vice-presidente do sindicato que representa a categoria, Fábio Primo, o sindicato patronal não apresentou contraproposta e duas assembleias gerais serão realizadas hoje para decidir sobre a greve. “Não houve contraproposta, mas permanecemos abertos ao diálogo”, disse Brito. Se a categoria decidir pela greve hoje, a paralisação só começa na terça-feira (23). A categoria pede aumento salarial de 15%, aumento no ticket alimentação de R$ 12,24 para R$ 20, fim da hora fracionada, fim da dupla função e direito ao PLR. São 31 pontos de reivindicações. Segundo o assessor de relações sindicais do Setps, Jorge Castro, os patrões vão negociar apenas o reajuste do salário. “Eles querem negociar uma série de outros itens, negociar a redução da jornada de trabalho, mas isso eu não negocio”.(Correio)


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




banner adv