A vereadora Lorena Brandão (PSC) repudiou as manifestações feitas na Câmara Municipal em virtude da entrega do título de Cidadão de Salvador ao prefeito de São Paulo João Dória (PSDB). O evento, que teve notoriedade nacional, também teve a presença do prefeito de Salvador ACM Neto, onde ao lado de Dória, foi atingido por ovos e palavras de baixo calão. De acordo com a socialista cristã, que disse que levou os filhos para prestigiar o encontro de dois homens visionários e importantes para a política, ela se sentiu “humilhada e ofendida dentro da sua própria Casa”. “Não posso crer que colegas financiam a desordem e atos anticívicos, niilistas, anarquistas, ofensivos e criminosos. Levei meus filhos, de 18 e 12 anos, para que eles experimentassem um ato cívico que unia dois homens públicos aclamados de maneira exacerbada pelo voto popular. Mas o que vi foi uma vergonha e constrangimento da anarquia financiada pela esquerda”, disse Lorena. Os dois executivos foram vítimas de uma chuva de ovos na entrada da Câmara. Um deles atingiu, em cheio, o representante paulistano, que, em seu discurso em plenário ao receber o título, fez questão de salientar o ataque como um estímulo para seguir lutando contra o PT. “A democracia não se faz com atitudes raivosas e desorganizadas. Não podemos calar aqueles que simplesmente têm opiniões adversas às nossas”, pontuou a vereadora.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




banner adv