Na passagem do Dia Municipal de Combate à Tuberculose (04/12), a Fundação José Silveira (FJS), o Ministério Público do Estado (MPBA) e a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP) firmaram um termo de cooperação técnica para atendimentos com a Unidade Móvel voltada ao diagnóstico da tuberculose no sistema prisional. “O trabalho da Fundação José Silveira voltado ao combate à tuberculose, por meio do IBIT, é referência nacional pelos altos índices de cura e adesão ao tratamento, associados às pesquisas relacionadas à doença”, enfatizou o presidente da FJS, Dr. Geraldo Leite. Em seu pronunciamento, o secretário de Administração Penitenciária do Estado, Nestor Duarte, falou da sua “satisfação por contar com a expertise da Fundação José Silveira no combate à doença e a parceria do Ministério Público para ir ao sistema prisional atender a quem precisa”. A promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos do Ministério Público, Márcia Teixeira, disse que “a parceria de longos anos com a Fundação José Silveira se fortalece ainda mais com esse trabalho para o enfrentamento da tuberculose, em benefício da população privada de liberdade”. Dados do Ministério da Saúde indicam que a incidência de tuberculose no sistema prisional chega a ser 38 vezes superior à da população em geral no país.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




banner adv