Ao discursar na  solenidade de entrega  do título de Cidadão Benemérito da Liberdade e da Justiça Social João Mangabeira, ao Desembargador  Raimundo Sérgio Cafezeiro,  outorgado pela Assembleia Legislativa, à unanimidade dos seus deputados, em reconhecimento à sua dedicação às causas humanas e sociais ao longo de sua carreira profissional e pessoal, o deputado Euclides Fernandes (PDT) autor da proposição afirmou que “este momento, para mim,  se reverte de grande singularidade, por ser  o homenageado, um grande amigo e conterrâneo da nossa querida Jequié. Tornando esta cerimônia carregada de forte emoção.”
Ao fazer o agradecimento, Desembargador Sérgio Cafezeiro foi contagiado por forte emoção, não conseguindo conter as lágrimas, e após alguns minutos conseguiu iniciar suas palavras, fazendo uma rápida retrospectiva da vida de João Mangabeira, que dá o nome ao título      que estava recebendo e, mais adiante afirmou que “ o poder judiciário é a última porta a bater-se para correção de injustiças, o bom juiz é aquele que não distingue o rico do pobre na hora de decidir; é aquele que não tem medo de decidir porque desagradaria os interesses de alguns poderosos: É aquele que recebe fidalguia e atenção, os colegas advogados, estagiários e as partes; é aquele que não se acha mais importante que ninguém em face do cargo que ocupa.”


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv