A crise econômica iniciada em 2014, a pior já vivenciada pela população brasileira, atingiu todos os estados e deixou milhões de desempregados no país. Mas, apesar do cenário, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) acredita que muito em breve a Bahia voltará a crescer em ritmo vigoroso, visto que o estado é a 6ª maior economia do país e o 5º destino preferido dos investidores estrangeiros. Prova disso é que, juntos, os 417 municípios baianos produzem um PIB de quase R$260 bilhões.

Setores como o da mineração, do petróleo e do turismo possuem uma participação destacada, vez que a Bahia é um dos destinos mais procurados por turistas de todo o mundo. Para o parlamentar,  “em um momento em que tantos brasileiros estão desempregados é necessário investir no turismo, assim como no setor da mineração, pois o nosso estado é o 5º maior produtor mineral do Brasil e, neste ponto, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e o Porto Sul farão uma revolução na economia baiana”.

Os royalties do petróleo, com a aprovação do Congresso, em 2012, tiveram a nova fórmula de distribuição de recursos suspensa, após liminar concedida pela ministra Cármen Lúcia. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, a Bahia é o terceiro estado que mais perde com as suspensão, foram quase R$1,7 bilhão entre 2013 e 2017. “Peço ao Supremo Tribunal Federal que possa deliberar isso com urgência, pois a fórmula estabelecida pelo Parlamento é mais justa para todos os municípios”, afirmou o parlamentar. 



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv