Com o placar apertado de 23 a 19, a comissão especial da Reforma da Previdência aprovou o destaque que mantém a isenção de contribuições sociais sobre as exportações. A medida liquida barreiras tarifárias para fomentar a competitividade dos produtos brasileiros no exterior. Na madrugada da última sexta-feira (5), o deputado federal João Roma (PRB/BA), junto a membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), travou um debate na comissão para garantir a aprovação do destaque. “Conseguimos apontar uma orientação para as lideranças. A medida traria impacto direto para um setor que garante a estabilidade econômica do Brasil”, disse o republicano. Em entrevista ao portal Agro News, o presidente da FPA, Alceu Moreira, comentou a importância de manter a isenção no texto da Reforma: “A economia brasileira depende do sucesso na exportação dos produtos agropecuários. Numa semana em que recebemos a boa notícia da Acordo do Mercosul, não podemos tributar o setor que busca maior competitividade internacional para fazer o país voltar a crescer e ocupar seu espaço no mercado mundial”, disse.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv