A Associação Beneficente da Assembleia de Deus de Ilhéus (ABADI) agora elenca uma das 496 entidades de prevenção e atendimento psicossocial previstas para serem contempladas este ano pelo Cadastro Nacional das Comunidades Terapêuticas. O programa, lançado em março deste ano pelo Ministério da Cidadania, vai disponibilizar mais de R$ 153 milhões para o tratamento de dependentes químicos.  
O aporte de verbas é resultado do compromisso do deputado federal Alex Santana com Osmar Terra em Brasília. “Com estas ações do Ministério da Cidadania, teremos menos pessoas sofrendo nas ruas e mais famílias acolhidas e reestruturadas. Significará a mudança na vida de muita gente que não pode arcar com o tratamento, além disso, nas comunidades terapêutica há todo um trabalho para ressocialização de dependentes. Não basta curar, é preciso inserir confiança em cada indivíduo para enfrentar a sociedade”, afirmou o parlamentar. 
A previsão de publicação no portal do Ministério da Cidade é na próxima segunda-feira (15). “Com o cadastro podemos fazer um diagnóstico para entender o cenário e colaborar para fortalecer a causa. Continuarei juntando esforços junto ao governo federal recursos para expandir para outras instituições na Bahia e cessar essa ‘epidemia’ de drogas”, explicou. 
Para serem credenciadas pelo Ministério da Cidadania, as Comunidades deverão apresentar um conjunto de documentos que comprovem o funcionamento e as regras de acolhimento.



banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player