No último dia útil de cada mês, quase sempre, o funcionalismo público estadual recebe seu salário. Membro da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado Hilton Coelho (PSOL) fez críticas ao RH Bahia e acusa o sistema de levar caos à vida dos servidores. “Vendido como sistema de recursos humanos eficiente e que ajudaria a cortar custos, o RH Bahia vem sendo um terror para os servidores do Estado da Bahia. Com investimento milionário, o governo do Estado perdeu o total controle da folha de pagamento, todas as secretarias estão de mãos atadas e não sabem como resolver os problemas gerados pelo RH Bahia”.

O parlamentar detalha que “a folha da Secretaria de Educação apresentou erros ao longo desses sete meses do novo sistema de RH. Nosso mandato tem recebido queixas diárias de professores das Universidades Estaduais e da rede básica de ensino, em especial. Desde a implantação do RH Bahia, os servidores da Educação relatam erros como descontos na contribuição ao Planserv, falta de pagamento dos auxílios transporte e alimentação; retiradas da Gratificação do Difícil Acesso; retirada de parte do tempo de serviço e de tempo averbado, falta de pagamento da regência de classe; faltas indevidas; contracheques zerados e, agora em julho (31), descontos indevidos na remuneração de quase todos os vice-diretores das escolas estaduais”.

Hilton Coelho conclui afirmando que acionará na ALBA solicitação ao governador Rui Costa (PT) para que informe o que fato está ocorrendo. “É uma vergonha o que está acontecendo. A vida das pessoas sendo prejudicadas por erros constantes que até parece uma prática de parcelamento de salários. Será que o governador está fazendo economia, fazendo caixa, com o salário dos servidores? A desculpa é sempre a mesma, problemas na fase de implantação e que as inconsistências serão sanadas, mas na prática os servidores demoram meses para ter o dinheiro de volta. Acionaremos também o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado solicitando que fiscalizem a folha de pagamento do estado e o contrato milionário do RH Bahia. Reafirmamos que nosso mandato se coloca à disposição das servidoras e servidores para denunciar essas irregularidades”.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv