Entre os dias 7 a 11 de agosto, os museus administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) participam da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô) que este ano faz homenagem ao poeta baiano Castro Alves.  Promovida pela Fundação Casa de Jorge Amado, a terceira edição da Flipelô também continua exaltando o legado de Jorge Amado, que era grande admirador de Castro Alves. No período, os museus funcionam em horário especial: quarta (7/8), das 10h às 20h; quinta (8/8) e sexta (9/8), das 10h às 19h; sábado (10/8), das 10h às 20h e domingo (11/8), das 10h às 17h.

“Sempre prestigiamos esta festa que acontece no Pelourinho e onde o IPAC conta com o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, o Museu Tempostal, o Centro Cultural Solar Ferrão e o Laboratório de Educação Digital (LabDimus). Além disso, nosso interesse este ano ficou maior devido à homenagem a Castro Alves, pois administramos o Parque Histórico Castro Alves (PHCA), localizado em Cabaceiras do Paraguaçu (no Recôncavo baiano), onde nasceu o poeta!”, explica Fátima Santos, da Diretoria de Museus do IPAC – vinculadas à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Ela informa que nesta edição da Flipelô, os museus do IPAC terão atividades especiais.  O Parque Histórico Castro Alves (PHCA) participa com a exposição “Na Trilha do Poeta”, com fotos, ilustrações e informações que contam a vida e a obra de Castro Alves. Na abertura, em07/08, às 17h, os atores Juliana Araújo e Cláudio Nyack (vencedores do Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves 2019) recitarão poemas de Castro Alves. A mostra fica em cartaz em uma das salas da Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão até 31/8. Na outra, a Fundação Pierre Verger traz a exposição dos desenhos originais de Carybé que foram produzidos a pedido de Verger para ilustrar o livro “Lendas Africanas dos Orixás”.os.


Prefeitura de Salvador

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




banner adv