O Plano Real completou 25 anos de existência e, apesar dos resultados trazidos, como a estabilidade econômica e o controle da hiperinflação, o Plano não conseguiu reduzir o maior problema brasileiro presente desde sempre: a imensa desigualdade econômica e social do país. Defensor árduo do Nordeste, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) encaminhou uma Indicação ao Governo Federal, sugerindo a criação de um programa específico que combata a pobreza e facilite o acesso aos serviços públicos, como saneamento básico, na região.

“As famílias nordestinas seguem sendo ignoradas pelo Poder Público. Muitas ainda buscam água em açudes e mal sobrevivem com pequenos rendimentos advindos do Bolsa Família e da agropecuária de subsistência. Os programas já existentes não têm sido capazes de acabar com a pobreza, especialmente no sertão nordestino. A falta de investimentos em infraestrutura, a qual se acrescentam os desvios de verbas e o descaso governamental, mantém milhões de pessoas em situações de qualidade de vida inaceitáveis, sem acesso sequer a água potável e a escola pública”, destacou o deputado.

Para o parlamentar, a criação de frentes de trabalho ou transferência de renda associadas ao crescimento do nível de atividade econômica podem ser exemplos de ações para superar as taxas de desemprego mais elevadas e menores rendimentos familiares em comparação com a média nacional. “Na contramão dos países mais desenvolvidos, continuamos alimentando sistemas que geram exclusão social. O objetivo é mobilizar os três níveis de governo para que realmente o progresso chegue às regiões mais pobres do Brasil”, finalizou Carletto.


Prefeitura de Salvador

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



banner adv