Possibilidade de aumento da tarifa de ônibus preocupa Marta Rodrigues

Foto: Valdemiro Lopes

Líder do PT na Câmara Municipal, a vereadora Marta Rodrigues criticou, na quinta-feira (26), a possibilidade do aumento da tarifa de ônibus em Salvador, “conforme anunciado pelo prefeito ACM Neto”. Para a parlamentar, o serviço prestado pelas empresas de transporte público continua de péssima qualidade, sem condizer com o atual valor, já considerado alto pela população.  Além disso, as empresas foram isentas de pagar o Imposto Sobre Serviços (ISS), levando a prefeitura a renunciar a R$ 100 milhões em recursos públicos.
“As empresas já são muito beneficiadas, pois exploram o sistema sem pagar a outorga de concessão e estão isentas do ISS, após projeto aprovado na Câmara Municipal em agosto deste ano (2019) com meu voto contrário. A exploração do sistema por elas ocorre gratuitamente. Falam de prejuízos, mas nunca apresentaram, nem as empresas nem a prefeitura, estudos que comprovem a afirmação. Não há transparência alguma sobre os custos e a população sempre perde”, declarou Marta.

Emendas

Segundo Marta, a oposição apresentou emendas com compensações à isenção do ISS. “Todas foram rejeitadas, deixando nítido que o projeto seria apenas para beneficiar os empresários sem nenhuma contrapartida para a população. As emendas foram passe livre para estudantes da rede pública, idosos a partir de 60 anos e pessoas em vulnerabilidade social”, acrescentou.
De acordo com a vereadora, um novo aumento de tarifa vai prejudicar mais uma vez a população, que já sofre com a crise no país e com o desemprego na capital baiana. “São poucos os ônibus que rodam com ar, insuficiente para a demanda e a população ainda sofre com o serviço de péssima qualidade. Este aumento não será justo para o passageiro. Vai ser um baque muito grande no bolso do trabalhador e no bolso dos desempregados, contingente que só aumenta na capital baiana”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *