Matrículas na rede municipal de ensino começam nesta segunda-feira (6)

Divulgação 

Resultado de imagem para MATRICULAS SALVADOR REDE MUNICIPAL

As matrículas de novos alunos no Ensino Fundamental da rede pública municipal começam nesta segunda-feira (6). Visando atender melhor aos alunos e familiares, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) organizou por data os segmentos a serem atendidos. Dessa forma, a segunda-feira (6) será destinada aos alunos oriundos de escolas comunitárias, filantrópicas e confessionais que têm convênio com a Smed, e das escolas privadas credenciadas pelo projeto Pé na Escola.

No dia 7, poderão se matricular pessoas com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento ou com altas habilidades/superdotação. Para os demais interessados em se matricular no 1º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos I, o dia da solicitação será a próxima quarta-feira (8). Aqueles que pretendem cursar o 2º ou 3º anos do Ensino Fundamental podem se matricular na próxima quinta-feira (9) e os que irão para o 4º e 5º anos devem se matricular no dia 10. Atualmente, 335 escolas da rede dispõem de Ensino Fundamental.

Para fazer a matrícula, o estudante maior de 18 anos ou o responsável deverá ir a qualquer instituição de ensino da rede municipal, das 8h às 17h, com a certidão de registro civil ou RG, CPF, comprovante de residência, cartão de saúde, duas fotos 3×4 e histórico escolar (quando se tratar de alunos do 2º ano do Ensino Fundamental ou do Tempo de Aprendizagem II da Educação de Jovens e Adultos). Em casos excepcionais, o atestado de escolaridade poderá ser aceito em substituição ao histórico escolar.

 

“Esse é um momento muito importante para a organização do ano letivo. É o primeiro contato realizado entre a escola e a comunidade. É um momento de acolhimento e de confiança recíproca. Todo o nosso planejamento tem como objetivo prestar um bom atendimento às famílias. A Prefeitura está preparada para atender a demanda dos estudantes e seus responsáveis em todas as escolas”, disse Joelice Braga, diretora pedagógica da Smed.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *