Bahia: Chapa de oposição vai para eleição da Assufba em busca de renovação sindical

Grupo de oposição que disputa o sindicato dos servidores da Ufba na Chapa 2 – Foto: Divulgação

O Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (Assufba) passará por mais um processo de eleição este ano depois de anos sendo dirigido pelo mesmo grupo político. E o pleito de fevereiro está acalorado devido o surgimento de um grupo de servidores oposicionistas que procura renovação na direção do sindicato.

Segundo Amanda Almeida, candidata à coordenação-geral pela Chapa 2 ‘Mudar para Avançar’, “o diferencial do grupo é que os membros são referências na comunidade tanto politicamente quanto profissionalmente. E isso já pôde ser sentido nas vitoriosas disputas contra a atual gestão da Assufba para os Conselhos Superiores da Ufba e na Seção Sindical da UFRB”.

Também candidato à coordenação-geral, Elielson Aquino, destaca que “a chapa tem grande representatividade, porque foi capaz de reunir integrantes mais antigos, que já têm entre 20 e 30 anos trabalhando nas universidades. Eles têm o novo perfil de servidores públicos, unindo a experiência das lutas da categoria com a renovação necessária para que a Assufba se fortaleça nesse período de ataques ao serviço público e às universidades federais”.

A votação para a nova direção da Assufba ocorre nos dias 12 e 13 de fevereiro. O sindicato representa cerca de 6 mil trabalhadores da Ufba, UFRB, UFSB, Ufob e Unilab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *