Hemoba cadastra doadores de medula óssea em shoppings de Salvador

Ampliar as chances de encontrar doadores compatíveis para pacientes que precisam de transplante de medula óssea. Esse é o principal objetivo de uma parceria entre a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) e o Grupo JCPM. Desde o início desta semana, dois postos temporários no Salvador Norte Shopping e no Salvador Shopping realizam o cadastro de pessoas interessadas na doação. O atendimento está disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 12h30.
 
A coordenadora de Coleta da Hemoba, Iara Matos, ressalta que a parceria é extremamente importante já que, atualmente, 75% dos pacientes precisam identificar um doador alternativo, ou seja, fora da família. “É a partir deste cadastro de voluntários que a maioria das doações é possibilitada, uma vez que a doação entre irmãos de pai e mãe apenas pode ser feita em cerca de 25% dos casos. Já temos essa parceria com o Grupo JCPM há 11 anos. A ação é extremamente necessária e dá visibilidade ao tema, já que muitas pessoas desconhecem a simplicidade para acesso às informações e para um posterior cadastro como voluntário”, explica. 
 
Ao se cadastrar, o doador voluntário fornece uma amostra de cinco mililitros de sangue, que é perfilada geneticamente e incluída no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). O cadastro é simples e rápido, mas a coleta da medula ocorre somente quando é identificada a compatibilidade e confirmada a doação. 
A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA) instalou postos temporários para cadastro de doadores de medula óssea em shoppings de Salvador. Na foto, posto da Hemoba no Salvador Shopping. Foto: Fernando Vivas/GOVBA
Um doador não-aparentado salvou a vida do pequeno Gabriel Paim, que atualmente está com 10 anos e foi submetido a um transplante de medula em 2015. “Gabriel sofria de aplasia medular e foi preciso muito esforço para conseguir um doador. É como achar uma agulha no palheiro. E é por isso mesmo que ações como essa salvam, verdadeiramente, vidas. Muitos cadastros têm que ser feitos e as pessoas têm que se conscientizar mais. Se não fosse por isso, meu filho não estava vivo”, afirma a mãe do garoto, Lorena Paim. 
 
No Salvador Shopping, o posto de cadastro atende no Piso G1, na Praça de Serviços, até o dia 15 de fevereiro. Já no Norte Shopping, o posto funciona no Piso L1, próximo à loja Papel & Cia, até 29 de fevereiro. 
 
O que é preciso para doar?
 
Para ser um doador de medula óssea é preciso ter entre 18 e 55 anos incompletos e não possuir doenças infecciosas, câncer ou deficiências no sistema imunológico. A retirada da medula — um tecido gelatinoso que fica no interior dos ossos e é responsável por fabricar células sanguíneas — é feita em cerca de 90 minutos, durante um procedimento em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral. A medula óssea do doador se recompõe completamente em apenas 15 dias.
 
Em 2019, a Hemoba registrou a inclusão de mais de 20 mil novos doadores voluntários de medula óssea. Ao todo, a Bahia possui cerca de 184 mil pessoas cadastradas no Redome. No momento em que é identificado um paciente com possível compatibilidade, o doador é consultado quanto à doação. Por conta disso, é fundamental manter os dados sempre atualizados. A atualização do cadastro pode ser feita pelo site do Redome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *