Prefeitura investirá R$10 milhões para realização de 234 obras em diversos bairros


Depois das intervenções realizadas através de programas como o Ouvindo Nosso Bairro, Salvador Bairro a Bairro e Tô na Área, a capital baiana ganhará 234 obras a serem realizadas pela administração municipal, desta vez indicadas por quem vive e acompanha o dia a dia nas localidades: os conselheiros comunitários. O pacote de intervenções nas áreas administradas pelas dez Prefeituras-Bairro foi anunciado pelo prefeito ACM Neto, que assinou a ordem de serviço para início imediato das ações nesta quinta-feira (30), em cerimônia realizada na área externa do Palácio Thomé de Souza.
 
Com investimento próprio de R$10 milhões, sendo R$1 milhão para cada Prefeitura-Bairro, as intervenções englobam nova iluminação, reforma de escadarias, praças e calçadas, recapeamento, implantação de academia de saúde e demais obras de infraestrutura. O prefeito salientou que a iniciativa demonstra a importância da participação popular, da liderança comunitária e dos conselheiros comunitários na gestão dos recursos públicos para atender as necessidades mais urgentes dos cidadãos.
 
“As obras foram escolhidas por eles e acatadas pela Prefeitura, e vão se somar a outras centenas a serem realizadas pela cidade. Serão mais de mil obras a serem entregues em Salvador em 2020. É um recorde e é claro que o objetivo principal, com essas obras, é melhorar a qualidade de vida das pessoas, sobretudo das que vivem nos bairros mais carentes em termos de infraestrutura”, relatou ACM Neto.  
 
As estratégias de descentralização da administração municipal, que incluem também a criação das Prefeituras-Bairro, em 2014, e do Gabinete da Prefeitura em Ação, em 2015, fizeram com a gestão municipal estabelecesse uma nova forma de governar a cidade, como destacou o vice-prefeito Bruno Reis. “É uma política de valorização do cidadão. Diversos programas foram implantados justamente para facilitar o diálogo entre a Prefeitura e as comunidades, dentro da missão estabelecida desde 2013 de aproximar a gestão municipal da população”.
 
Definição – De acordo com o titular da Secretaria Geral de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, as obras foram definidas com base em reuniões com os conselheiros comunitários de cada regional da cidade que apresentaram as principais demandas locais. O orçamento foi destinado às Prefeituras-Bairro em agosto do ano passado, durante o primeiro Seminário para Conselheiros Comunitários de Salvador.
 
“Para essa definição, tivemos que vistoriar cada demanda e verificar se existia a viabilidade técnica para a realização. Hoje, está sendo dada essa ordem de serviço para a realização das obras o quanto antes, algumas delas com início imediato, com a participação de diversos órgãos da Prefeitura”, completou Galvão.  
 
Representando os conselheiros comunitários presentes, Ailton Soares, que atua em Cosme de Farias, destacou a valorização dada pela gestão aos líderes comunitários da cidade. “Tenho quase 40 anos como líder e sempre me disseram que eu não ia conseguir nada para a comunidade, que a cidade precisava de uma varinha mágica para ser transformada. Hoje, Salvador está transformada. Só tenho a agradecer pela valorização de quem trabalha na busca da qualidade de vida das localidades”.
Fotos: Valter Pontes/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *