Arrastão do Bankoma invade a Quarta-feira de Cinzas (26) nas ruas de Portão

O Bloco Afro Bankoma, palavra que em bantu quer dizer “povo em festa”, estica a folia do Carnaval de Lauro de Freitas, na Quarta-feira de Cinzas (26), com o tradicional arrastão cultural no bairro de Portão. Com o tema “Bamburucema: vento de transformação”, o furacão da alegria vai desfilar no percurso com saída da Escola Municipal Pedro Paranhos, às 14h, até a Praça de Portão. O Bankoma comemora 20 anos de história.

Oriundo do Terreiro São Jorge Filho da Gomeia, o Bankoma também leva a cultura e a identidade da comunidade de Portão para o Carnaval da capital baiana com desfiles nesta quinta-feira (20) e sábado (22).  No Carnaval da Paz, Amor e Alegria de Lauro de Freitas, o bloco afro demonstra toda sua ancestralidade na segunda-feira (24), às 21h, no circuito oficial Sivú, que sai do final de linha do Centro até a Praça da Matriz.

O conceito da nova música do Bankoma e das vestes dos associados foi inspirado em “Bamburucema”, inquice da cultura bantu comparada a Iansã dos iorubás. Nos desfiles, o público vai prestigiar as características atreladas à Bamburecema – como a cor vermelha, a leveza e a força do vento -, que também guiou a concepção da roupa com que a rainha do Bankoma 2020 irá desfilar.

O Bloco Afro Bankoma é composto por uma ala de dança com 50 dançarinas e dançarinos, ala de 50 baianas e outra ala com 80 representantes do quilombo de Tijuaçu, e mais de 3 mil associados. A Banda Bankoma conta com 20 músicos que exprimem através de letras e percussão a resistência da musicalidade afro e identidade do povo negro e do candomblé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *