Deputado defende ações para coibir violência contra a mulher e comunidade LBGT no carnaval

O deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB) defende a intensificação de ações para coibir violência contra as mulheres, contra as comunidades LGBTs, e também contra o racismo e a intolerância religiosa durante o carnaval de 2020. Para o parlamentar, tanto em Salvador quanto nas folias tradicionais em municípios do interior baiano, as políticas públicas devem contribuir para reduzir os números de ocorrências no estado. Nesta quinta-feira (20), Veiga reiterou que o momento é de diversão e que até a ‘Quarta-Feira de Cinzas’ o que vale é conhecer mais sobre a maior festa popular do planeta.

“Precisamos, cada vez mais, defender as políticas, as ações e toda medida para evitar violência. Sabemos que são dias de intensas e diversas festas, e isso tudo precisa ser fiscalizado. A Secretaria de Segurança Pública, por exemplo, teve mais de R$40 milhões em investimentos, usando tecnologia com 300 câmeras de monitoramento em Salvador. São 27 mil policiais nas ruas baianas”, aponta Marcelinho. Uma das novidades apresentadas pelo governo estadual foi a ‘Casa Respeita as Mina Verão’, da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). O espaço abriu na última quarta (19) e vai funcionar até o fim das comemorações do Março Mulher.

No total, o governo da Bahia investiu mais de R$73 milhões no carnaval. “O governo fez a parte dele e o folião faz a sua. Brincar com respeito às mulheres e a todos os gêneros, e que seja um carnaval de tolerância e paz”. Conforme o deputado, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) investirá cerca de R$2 milhões em ações relacionadas ao carnaval. “O coronavírus não afeta o Brasil, mas existem outros vírus da gripe e é importante que todos se previnam”, completa Marcelinho. Além de Salvador, o governo está apoiando o carnaval em 32 cidades de diferentes regiões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *