Novo CMEI é ampliado e oferece mais vagas em Boa Vista do Lobato

Os gêmeos Vitor Hugo e Vitor Gabriel, de três anos, mal conseguiam ficar na sala. Os pequenos alunos queriam aproveitar ao máximo toda a estrutura do novo Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Angelina Rocha de Assis, em Boa Vista do Lobato, reconstruído do zero e ampliado pela Prefeitura. Com direito a apresentação de fanfarra e muitos sorrisos da comunidade escolar, a cerimônia de entrega do equipamento, ocorrida nesta quinta-feira (12), teve as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além do secretário da Educação (Smed), Bruno Barral, demais autoridades e imprensa.

Mãe dos gêmeos e moradora da localidade desde que nasceu, a autônoma Joilda Sales, de 33 anos, relatou que a nova estrutura superou as expectativas. “A outra escola que estudavam era bem menorzinha. Essa aqui é maior e, com certeza, o desenvolvimento deles vai ser melhor. Eu estou gostando e eles também, porque está bem bonita”, afirmou.

O prefeito ressaltou que esta é mais uma escola – a quarta apenas este ano – entregue novinha pela Prefeitura, de um total de 26 que devem ser inauguradas em 2020. “Esta unidade, no passado, atendia apenas 69 alunos. A partir de agora, serão 320 crianças na Educação Infantil que vão estudar em tempo integral. Elas vão chegar aqui no começo do dia, vão ter cinco refeições, e os pais só vão ter que buscá-las no fim da tarde. Isso vai dar condição de formação plena a essas crianças, além de os pais poderem sair para trabalhar em paz, sabendo que os filhos estarão muito bem assistidos em uma estrutura que nada deixa a desejar à uma instituição particular”, destacou ACM Neto.

O clima de gratidão da comunidade foi expressado pela diretora do CMEI, Priscila Figueiredo. “Estou na rede há 20 anos e há 12 deles aqui no Angelina Rocha de Assis. Só tenho a agradecer a toda a equipe da Prefeitura, porque a estrutura aqui, agora, melhor impossível. Os moradores da Boa Vista do Lobato ansiavam muito por esse momento e aproveito para fazer um pedido: que cuidem com carinho dessa estrutura, que é de todos nós”.

O secretário Bruno Barral afirmou que os alunos do CMEI poderão, ao sair da unidade, continuar os estudos em uma unidade localizada na mesma rua – a Escola Municipal Professor Gilberto Pires, que atende do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental I e Educação de Jovens e Adultos (EJA), com 550 vagas. “A gente vai montando toda essa oferta em uma região que não tinha essa estrutura no passado. Essa cobertura no ensino é essencial para que a gente tenha no futuro profissionais e pessoas melhores na sociedade.

Avanço e estrutura – O CMEI Angelina Rocha de Assis, que antes sofria com infiltrações, falta de acessibilidade e problemas elétricos e hidráulicos, teve o prédio antigo demolido e substituído por um projeto moderno e amplo. São 1.185 m² de área construída, com oito salas de aula climatizadas, elevador, acolhimento, diretoria, secretaria, coordenação, sala de professores, depósito de material didático, cozinha, triagem, depósito de merenda, área de serviço, lavanderia, refeitório, recreio descoberto, brinquedoteca, sala multiuso, sanitários, casas de gás e de lixo. O investimento foi de R$4,2 milhões.

A requalificação da creche e pré-escola é mais um exemplo de como a Educação tem sido tratada como prioridade em Salvador desde 2013, como lembrou Bruno Reis. “Não há como fazer Educação sem investimento – no ano passado, quase 30% do orçamento municipal foi destinado a essa área. Isso também é parte da missão de colocar a vida dos cidadãos em primeiro lugar”, pontuou o vice-prefeito.

Em fevereiro passado, foram entregues os novos CMEIs Yolanda Pires (Fazenda Grande do Retiro) e Mário Altenfelder (Lobato), e, no último dia 6, o CMEI Professor Antônio Pithon Pinto (Fazendo Coutos). Desde 2013, a Prefeitura já inaugurou mais de 240 novas ou reconstruídas unidades de ensino na cidade.

Fotos: Valter Pontes/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *