Oficina discute ancestralidades nos territórios de identidade em Lauro de Freitas

Por meio do Departamento de Inclusão e Diversidade, da Coordenação da Educação Básica, a Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (Semed) promove a oficina ‘Representações de África: resgatando ancestralidades nos territórios de identidade em Lauro de Freitas’. O evento, voltado para profissionais da educação e comunidade externa, ocorre nos próximos dias 26 e 27/03, na Escola Vida Nova (Via Marginal II, 46 – Polo Hab. Litoral Norte), no período das 13h30 às 17 horas.

Estão disponíveis 35 vagas. Para participar, interessados devem encaminhar email para o endereço lauroinclusãoediversidade@gmail.com, contendo nome completo, formação, unidade educacional em que atua (ou instituição, para comunidade externa), além do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF). A oficina é gratuita e os participantes receberão certificado emitido pela Semed.

Ministrado pelas educadoras Aline Santos e Ana Claudia Cedraz, mestrandas pelo Programa de Estudos Africanos, Povos Indígenas e Culturas Negras da Universidade Estadual da Bahia (PPGEAFIN-UNEB), o curso tem o objetivo geral de contribuir para a formação em educação sobre as representações de África no Brasil. No primeiro dia do encontro, serão discutidas questões teóricas referentes à temática. Já no dia 27/03, será efetuada a construção do plano de ação para ser executado durante este ano letivo.

A temática proposta integra o contexto das disciplinas de História e Cultura Afro-brasileira e Indígena inseridas no currículo da rede municipal de Lauro de Freitas, em 2019. A oficina está relacionada ao tema geral do Desfile da Emancipação deste ano de 2020: ‘Identidade na cultura negra e indígena da freguesia de Santo Amaro de Ipitanga a Lauro de Freitas’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *