Manifesto da ciência em defesa da vida

Academia de Ciências da Bahia (ACB), entidade que reúne alguns dos principais cientistas e pesquisadores baianos, está extremamente preocupada e apreensiva com a Pandemia do COVID-19, que representa uma grande ameaça para a humanidade, especialmente para as populações com vulnerabilidade social, ambiental e econômica e, com maior gravidade, para as pessoas com mais de 60 anos.

ACB ressalta que a Ciência em todo o mundo, incluindo a do nosso Estado da Bahia, tem dado contribuições relevantes para o enfrentamento da Pandemia, bem como muitos dos nossos Acadêmicos estão totalmente empenhados na busca de alternativas para o enfrentamento do COVID-19.

É consenso entre os Cientistas que, neste momento, não existem medicamentos adequados para a cura da COVID-19. Bem como existe, também, consenso de que o desenvolvimento de novas vacinas necessita de, pelo menos, um ano de árduo e competente trabalho científico e tecnológico.

Entretanto, também estamos enfrentando muita desinformação, inclusive contestando o conhecimento científico internacionalmente consolidado sobre a COVID-19. Nesse sentido, destacamos e reforçamos as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para restringir o convívio social, ampliar o distanciamento físico e recolher-se nas residências. Espera-se também que o governo provenha os meios para minimizar os efeitos sobre o nosso Sistema Único de Saúde (SUS) e para garantir a sobrevivência de cada família, mitigando os impactos sociais da epidemia.

Conclamamos todos os pesquisadores do Estado da Bahia a dedicarem toda a sua energia e criatividade para contribuírem, da melhor forma, para preservar a VIDA de cada um dos nossos cidadãos !!!

Jailson Bittencourt de Andrade

Presidente

A Academia de Ciências da Bahia é uma entidade de direito privado fundada em 2010 pelo professor Roberto Figueira Santos, ex-Reitor da UFBA e ex-Governador do Estado da Bahia. Seu objetivo é contribuir para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, fomentando a ligação entre os setores acadêmico, empresarial e governamental do Estado da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *