Robinson sugere bônus de energia da Coelba para pequenas empresas da economia solidária

Depois da aprovação do projeto que permite o governo da Bahia pagar a conta de energia de 880 mil famílias de baixa renda, o vice-líder do governo do estado na Assembleia Legislativa, deputado estadual Robinson Almeida (PT), sugeriu que a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (COELBA) dê um bônus de 100 KW.H de energia aos micro e pequenos empresários da economia solidária (produtores rurais, marisqueiras, pescadores, artesãos) no período de crise causado pela pandemia do Coronavírus.
De acordo com o parlamentar, a empresa tem garantido o pagamento, sem inadimplência, de quase 900 mil contas de energia por mês, o que já lhe garante uma sustentabilidade financeira para dá contrapartida aqueles consumidores e empreendedores que têm perdas econômicas na crise. A sugestão do deputado é que o governador Rui Costa e o presidente da ALBA, Nelson Leal, cobrem da Coelba um bônus de 100 KW.H para descontar do valor original da tarifa por três meses. “Enquanto muitos setores estão perdendo receita diante de toda crise, a Coelba ganhou um presente que assegura a receita de centenas de milhares de contas de energia que haverá zero de inadimplência. Então, a companhia tem que fazer sua parte, colaborar, reduzir o valor para as camadas populares que consomem acima de 100 quilowatts-hora, especialmente para os empreendimentos da agricultura familiar, para marisqueiras, pescadores, aqueles que tem dificuldade de vender a sua mercadoria, e elas estão estocadas em freezer, os pequenos empreendedores e microempresários também precisam de ajuda e a Coelba tem que dá sua contrapartida social nesse momento de grave crise”, enfatizou Robinson, que votou pela aprovação, nesta sexta-feira (3), do projeto que anistiou a conta de luz para cerca de 880 mil famílias de baixa renda com cadastro social na Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *