Coronavírus: Prefeitura de Itaparica rechaça declarações do prefeito de Vera Cruz

A Prefeitura de Itaparica emitiu uma nota oficial rechaçando as declarações do prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinícius, que considerou como derrota absurda a instalação de um Centro de Referência de tratamento ao Coronavírus no município de Itaparica. Vinícius fez declarações agressivas contra a prefeita Marlylda Barbuda e atacou o governo do Estado porque a unidade será instalada em Itaparica e não em Vera Cruz, conforme Vinícius queria. A unidade será instalada em Itaparica por escolha técnica da Secretaria de Saúde da Bahia, que reprovou a unidade oferecida por Vinícius.
“Neste momento em que todo estado está em alerta por conta da pandemia do Coronavírus, o senhor prefeito da cidade de Vera Cruz deveria deixar de lado as suas desavenças politiqueiras e se unir à Prefeitura de Itaparica e aos técnicos de saúde do Estado para proteger a população. O prefeito usou quase 1 hora de duração na veiculação de um vídeo agredindo pessoas que estão trabalhando para encontrar soluções para os pacientes. Em toda gravação, ele sequer mostrou preocupação com o que realmente importa, que é saúde das pessoas. Ficou evidente que a sua preocupação resume-se em conquistar a paternidade política de uma notícia em momento de caos. Lamentável. Estamos em um dos momentos mais críticos para a Saúde pública mundial. Por isso é hora de dar as mãos, esquecer um pouco a disputa eleitoral e se dedicar à missão de salvar vidas, seguir o exemplo do governador Rui Costa e do prefeito de Salvador, que estão aliados na luta contra o coronavírus, numa atitude reconhecida internacionalmente. Mas Vinícius prefere apequenar-se moralmente”, diz a nota da Prefeitura de Itaparica.
Confira nota na íntegra

NOTA OFICIAL

Prefeitura de Itaparica rechaça declarações do prefeito de Vera Cruz. “Não é hora de politicagem”

A população de Itaparica e profissionais de saúde do Estado da Bahia ficaram horrorizados com as  declarações do prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinícius, que tem utilizado do caso do coronavírus para fazer política de forma irresponsável. O gestor está inconformado porque o município de Itaparica vai ganhar um Centro de Referência de Coronavírus, que será estruturado pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Itaparica. Em vez de comemorar pela instalação da unidade, que tem o objetivo de salvar vidas, o senhor Marcus Vinícius passou a fazer publicações agressivas em redes sociais para desqualificar a prefeita Marlylda Barbuda e a secretária municipal de Saúde de Itaparica, Stella Souza, e agredir o governador da Bahia, Rui Costa, e técnicos da Secretaria Estadual de Saúde. 

Ao ser informado da implantação da unidade, pasmem, Vinícius escreveu a seguinte publicação: “Acabamos de sofrer uma derrota enquanto Ilha de Itaparica, e a notícia triste e absurda, que me foi passada agora, tenho já a obrigação de externar a cada um de vocês”. Ora, como pode um chefe de poder Executivo considerar como derrota absurda a instalação de uma unidade de saúde? Essa é uma grande conquista para a população de toda Ilha de Itaparica, incluindo a cidade de Vera Cruz e até mesmo outros municípios, a exemplo de Salinas da Margarida. O Centro de Referência do Coronavírus será implantado num prédio novo, que acabou de ser construído pelo Governo da Bahia em parceria com a Prefeitura de Itaparica, onde funcionaria o novo Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS)

O imóvel seria inaugurado pela prefeita Marlylda, pelo governador Rui Costa e o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, mas diante da pandemia resolveram alterar. Trata-se de um equipamento com estrutura de ponta e está totalmente adequado para receber as instalações do centro de referência em coronavírus. A unidade terá Sala de Estabilização, leitos de observação de pacientes com suspeita de contaminação, sala de coleta de exames, consultórios médicos, sala de triagem, sala de isolamento, respiradores para pacientes em estado grave, enfermarias independentes, equipes 24h com médicos, enfermeiros, técnicos, aparelho de raio-x, ultrassom e todos os equipamentos necessários para cuidar de pacientes com coronavírus. 

Neste momento em que todo estado está em alerta por conta da pandemia do Coronavírus, o senhor prefeito da cidade de Vera Cruz deveria deixar de lado as suas desavenças politiqueiras e se unir à Prefeitura de Itaparica e aos técnicos de saúde do Estado para proteger a população. O prefeito usou quase 1 hora de duração na veiculação de um vídeo agredindo pessoas que estão trabalhando para encontrar soluções para os pacientes. Em toda gravação, ele sequer mostrou preocupação com o que realmente importa, que é saúde das pessoas. Ficou evidente que a sua preocupação resume-se em conquistar a paternidade política de uma notícia em momento de caos. Lamentável. Estamos em um dos momentos mais críticos para a Saúde pública mundial. Por isso é hora de dar as mãos, esquecer um pouco a disputa eleitoral e se dedicar à missão de salvar vidas, seguir o exemplo do governador Rui Costa e do prefeito de Salvador, que estão aliados na luta contra o coronavírus, numa atitude reconhecida internacionalmente. Mas Vinícius prefere apequenar-se moralmente.

A escolha do prédio do CAPS para receber o Centro de Referência em Coronavírus de Itaparica foi feita a partir de critérios técnicos da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, que aprovou a estrutura da unidade. O prefeito de Vera Cruz, na queda de braço política, quis insistir em levar o centro de referência para o Hospital Maria Amélia,em Vera Cruz, mas os técnicos da Sesab reprovaram a unidade. Aliás o hospital administrado pela Prefeitura de Vera Cruz tem problemas de funcionamento e, por este motivo, escolher a unidade para ser uma referência em Covid-19 seria uma atitude irresponsável. Seria uma iniciativa para agradar o capricho de um prefeito, que teria impacto negativo na vida de pacientes que não tem nada a ver com as desavenças eleitoreiras de seu grupo político-familiar. 

Lamentamos ainda a postura do prefeito vizinho que, numa declaração discriminatória, disse que o Centro de Referência não podia funcionar num bairro onde moram pessoas “humildes”, como o Alto das Pombas, pois traria transtornos para as pessoas de bairros centrais. Não aceitamos essa fala preconceituosa do gestor contra os direitos humanos do povo do Alto das Pombas, por isso iremos acioná-lo pela atitude racista e discriminatória.

Neste sentido, a Prefeitura Municipal de Itaparica vem a público rechaçar as declarações do referido prefeito e se solidarizar com toda a população itaparicana, que certamente não comunga e está envergonhada pela postura desqualificada do gestor. 

Por fim, a Prefeitura de Itaparica reafirma o compromisso com a população e seguirá trabalhando firme para continuar fazendo da Saúde no município uma referência para todo estado. 

Marlylda Barbuda

Prefeita de Itaparica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *