Alex da Piatã quer pensão vitalícia para dependentes de servidores do Estado que falecerem por Covid-19 no exercício da função

O deputado Alex da Piatã (PSD), líder do PSD na Assembleia Legislativa da Bahia, apresentou uma indicação ao governador Rui Costa (PT) para que seja avaliada, em caráter emergencial, a concessão de pensão integral e vitalícia para os dependentes dos Servidores da Saúde e de outros serviços essenciais que venham a morrer, por contaminação com COVID-19, em decorrência do exercício das suas funções. A sugestão que será encaminhada ao governador foi protocolada na Casa nesta semana.
Na visão de Alex, a Bahia segue em um estado de alerta com a crescente dos números dos casos confirmados, inclusive com óbitos. Ressalta que a situação não é pior, como em outras localidades do Brasil, graças ao empenho do governador Rui Costa (PT) e do secretário da Saúde, Fábio Villas Boas.
O líder do PSD, porém, tem demonstrado preocupação com os profissionais que estão na linha de frente e também os seus familiares. Já há casos de médicos contaminados na Bahia. “Temos os profissionais que atuam diretamente em contato com pacientes infectados com o coronavírus, colocando suas vidas em risco iminente, para controlar ou/ou amenizar os efeitos danosos dessa pandemia, que assola o mundo, bem como nosso Estado. Esses profissionais foram colocados à disposição do Estado nesse período crítico, sem poder gozar de direitos básicos, como férias e licenças, o que os colocam em exposição direta ao perigo de contaminação e consequentemente risco de vida”, argumentou na indicação.
“Tal medida se faz necessárias, para amparar os dependentes dessas possíveis vítimas que arriscaram as próprias vidas em detrimento de outras. E para o Estado seria a expressa gratidão aos que lutaram essa batalha conosco”, completou o deputado.
Por ser uma indicação, o deputado faz a sugestão da medida ao governador, visto que ser trata de uma matéria cuja instituição só pode ser feita pelo governo do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *