Salvador poderá distribuir cestas básicas para protetores de animais

Preocupada com a situação dos protetores de animais de Salvador em meio à pandemia do coronavírus, onde diversos serviços paralisaram e a rotina da população modificou, a vereadora Marcelle Moraes indicou ao prefeito ACM Neto, a criação do programa para disponibilização e distribuição de cesta básica para os protetores independentes e ONG’s na capital baiana.

A categoria independente da sociedade não dispõe de recursos para custeio da própria alimentação. “Muitos já vivem em situação de vulnerabilidade social, e agora não podem trabalhar, mas ainda precisam cuidar de si e dos cães e gatos que resgataram das ruas. Além disso, dedicam sua vida a saírem nas ruas pedindo auxílio para os animais em estabelecimentos ou a pessoas em suas residências e devido ao isolamento social, isso não é mais possível. É necessária uma ajuda àqueles que contribuem tanto para cuidar das vidas dos animais”, explicou Marcelle.

A situação de quarentena deve perdurar até o final de junho, já que a previsão das autoridades de saúde da Bahia é que o pico da doença seja em maio e junho. “Não tem como ficar tantos meses sem poder se alimentar. Conto com o bom senso do prefeito para olhar por essa categoria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *