Targino Machado critica gestão de Feira de Santana no combate ao Coronavírus: ‘Com a falta de ação do prefeito, haverá um genocídio’

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, resolveu ir de encontro às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e afrouxou ainda mais o isolamento social nesta terça-feira ao autorizar a abertura do comércio na cidade, colocando em risco os moradores locais. 

Preocupado com essa medida, o deputado estadual Targino Machado criticou a decisão, ao afirmar que a consequência desta atitude será a “elevação exponencial de casos, com muitos doentes à míngua, procurando leitos de UTIs”.

“Até hoje, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, não fez nada de efetivo para preparar a cidade para as consequências em saúde e sociais desta pandemia. O prefeito afrouxou o isolamento social há cerca de quinze dias: as aglomerações de pessoas estão presentes nas feiras livres, no Centro de Abastecimento, nos bancos, nas casas lotéricas e nos ônibus superlotados. Irresponsavelmente, a partir deste dia 21 de abril, ele está afrouxando ainda mais o isolamento ao liberar o funcionamento de boa parte do comércio da cidade. A resposta deste vírus à estas aglomerações virá com a elevação exponencial de casos, com muitos doentes à míngua, procurando leitos de UTIs”.

De acordo com o deputado, a prefeitura local não instalou um leito sequer de UTI na cidade e pediu mais atenção da gestão municipal no combate à pandemia, que já fez uma vítima na Princesa do Sertão.

“Até o momento, a prefeitura não instalou um leito sequer de UTI. O prefeito Colbert Martins acha mesmo que aluguel da Mater Dei, que será inaugurado com dinheiro do Governo Federal, será suficiente? Lá não tem um leito sequer com respirador pulmonar. Ao invés de recapeamento asfáltico, que eu vi na Avenida Getúlio Vargas, o prefeito deveria estar se dedicando ao combate do Coronavírus diuturnamente, instalando o Hospital de Campanha no Estádio Joia da Princesa, que eu aconselhei a fazer. Mas o prefeito não sabe fazer. Se prepare para ser responsabilizado por tantas mortes. Com a falta de ação do prefeito, haverá um genocídio”.

Crédito da imagem: Divulgação / Targino Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *