Salvador ganha plataforma de apoio psicológico gratuito para cidadãos

A modificação da rotina devido à necessidade do isolamento social para amenizar os efeitos do coronavírus pode causar nas pessoas ansiedade, tristeza e até mesmo depressão. Com o intuito de oferecer apoio psicológico online e gratuito para a população, a Prefeitura lançou a plataforma online Psiu Acolhimento, com detalhes apresentados pelo prefeito ACM Neto em coletiva virtual realizada nesta segunda-feira (27), no Palácio Thomé de Souza.

A ferramenta foi desenvolvida através das secretarias de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) e de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), em parceria com as startups Cubos Tecnologia e Sanar. O objetivo é conectar psicólogos voluntários aos cidadãos que estão em distanciamento social, através do endereço www. psiuacolhimento. com. br . Até o momento, cerca de 200 profissionais estão cadastrados no serviço.

O prefeito salientou que os efeitos provocados por essa fase de enfrentamento ao coronavírus, que envolve restrição à mobilidade e isolamento social, são muito grandes para os cidadãos. “Atinge todas as ordens, seja econômica, social, de convivência familiar e, é claro, os impactos psicológicos são muito sérios durante esse período. Infelizmente, as consequências não vão cessar nem mesmo quando a pandemia estiver mais controlada. Por isso, surgiu essa ideia da plataforma online de apoio psicológico”, acentuou ACM Neto.

“É um momento difícil que a humanidade está atravessando por causa da pandemia da Covid-19. E sabemos que os efeitos negativos disso são refletidos de várias formas na sociedade, principalmente no psicológico das pessoas. Por isso, o objetivo dessa plataforma é dar apoio psicológico profissional a quem está em isolamento e se sentindo triste, ansioso ou que apenas precisa ser ouvido”, enfatizou o titular da Secis, João Resch.

Funcionamento – Quem necessitar do acolhimento vai precisar realizar um breve cadastro para acessar a lista de profissionais disponíveis. Apenas maiores de 18 anos poderão ser atendidos e o serviço funciona 24 horas por dia, de acordo com a disponibilidade do voluntário. Os acolhimentos serão todos realizados por videochamada e terão em média 20 minutos de duração. Todos os psicólogos cadastrados possuem registro no Conselho Regional de Psicólogos (CRP).

“Criamos a plataforma com o objetivo de ser simples e intuitiva, mas não deixamos de nos preocupar com a privacidade e com a segurança dos dados. Esperamos ajudar milhares de pessoas com essa solução e com o apoio da comunidade de psicólogos que está sendo muito solidária e consciente neste momento”, relatou o CEO da Cubos Tecnologia, José Messias Júnior.

Para a secretária da Sempre, Ana Paula Matos, a Psiu Acolhimento é de fundamental importância nesse momento de enfrentamento à Covid-19. “Ela acolhe e aproxima, mesmo que virtualmente. Muitas vezes, uma palavra de apoio, um incentivo, um cuidado são determinantes para a manutenção da saúde física e mental num momento de crise como a que estamos passando.”

Mesmo residindo em Foz do Iguaçu, no Paraná, a psicóloga baiana Cíntia Mota fez questão de participar da iniciativa. “É um momento de conexão com a minha terra natal e tô achando ótima essa oportunidade de poder ajudar, mesmo à distância. Parabenizo a todos por essa iniciativa”, disse, durante a apresentação.

Capacitação – A Sanar, startup baiana de educação para profissionais da Saúde, também parceira no projeto, elaborou um curso especial para capacitação gratuita de todos os psicólogos que se cadastrarem na Psiu. “Para realizarem os acolhimentos online, precisam estar preparados. A quarentena mudou a forma do psicólogo atuar e nem todos estávamos preparados para esse novo modelo”, destacou Ana Vanessa Neves, coordenadora pedagógica de Psicologia da Sanar.

As aulas abordam assuntos como boas práticas do acolhimento à distância, psicoterapia breve, acolhimento frente ao luto e outras dificuldades trazidas pela pandemia, além de outros temas elaborados pela empresa em parceria com o Instituto Humanitas de Pesquisa e Intervenção em Sistemas Humanos. O curso é fornecido 100% online em plataforma própria da Sanar e será disponibilizado nas próximas semanas para todos os psicólogos cadastrados na Psiu.

Foto: Valter Pontes/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *