Zé Cocá prevê crise nos municípios e defende valorização dos agentes comunitários

Durante live realizada na noite desta segunda-feira (18), com a participação dos prefeitos João Véi, de Lafaiete Coutinho, e Patrick Lopes, de Jitaúna, o deputado estadual Zé Cocá (PP), alertou que, por causa dos impactos econômicos e tributários decorrentes da pandemia do coronavírus, entre os meses de julho a setembro os municípios baianos poderão entrar em crise, com a queda de arrecadação. “Os gestores públicos precisam se preparar para esse momento”, disse o deputado, lamentando que até agora o presidente da República não sancionou o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, destinando ajuda aos estados e municípios.

De acordo com o prefeito Patrick Lopes, “estamos enfrentando duas guerras. Uma contra o vírus, e contra a fome”, e explicou que em Jitaúna as secretarias de Saúde, Educação e Ação Social estão trabalhando em conjunto para atender as necessidades da população, a exemplo do que acontece em Lafaiete Coutinho, onde o prefeito João Véi realizou uma live solidária, arrecadando mais de 10 mil quilos de alimentos.

Para Zé Cocá, “o poder público é instrumento para melhorar a vida das pessoas”, acrescentando que “precisamos de bons gestores, como os de Jitaúna e Lafaiete Coutinho”. Segundo o deputado, “nesse processo de cuidar da população, os agentes comunitários precisam ser mais valorizados e chamados para mais perto da administração pública, pois o trabalho que realizam é importante e fundamental”. Zé Cocá explicou que os agentes estão no dia-a-dia nas casas das pessoas, e podem mapear suas necessidades em todo município, fornecendo dados valiosos para orientar as ações públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *