Elyane Cancio Khayam participa de live com Alessandra Nascimento na quarta, 27

Por Alessandra Nascimento 
E-mail: anconsultoriaegestao@gmail.com

A diretora do CNI, Centro de Formação Profissional, Eliane Khayam, participa de uma live nesta quarta-feira, 27, às 20h com a jornalista Alessandra Nascimento. O tema da Live é Educação Profissionalizante em tempos de pandemia : Reestruturação de Mercados. Elyane vai falar sobre a estratégia de reposicionamento de mercado realizada pela direção do CNI Bahia, que tem à frente o empresário Mohammed Khayam. O grupo promoveu a migração para o ensino à distância durante o distanciamento social para facilitar o acesso dos alunos aos cursos profissionalizantes e tem desenvolvido ações de interatividade por meio de redes sociais como encontros virtuais e lives.

Consulado de Angola chama cidadãos no Brasil para vôo  de retorno

O consulado de Angola, em São Paulo, emitiu comunicado solicitando a todos os cidadãos daquele país que ainda se encontram no Brasil que entrem em contato com o consulado através do telefone 11 98903 6815.

O órgão diplomático solicita que os angolanos enviem copia de documentação – passaporte e bilhete de passagem – pois está previsto vôo de retorno dos naturais daquele país que, por força da pandemia, se encontram impossibilitados de retorno.

Companhia Azul se antecipa e promove embarque com distanciamento social

A empresa aérea Azul está lançando no mercado um sistema inovador para o embarque de passageiros. A empresa está testando o serviço chamado Tapete Azul no aeroporto de Curitiba. Trata-se de uma tecnologia de realidade aumentada que organiza a entrada de passageiros na aeronave. A expectativa é que até dezembro mais 17 aeroportos recebam a tecnologia que é considerada pioneira no mundo e exclusividade da empresa.

Governo vai socorrer elétricas com R$15,6 bilhões, segundo Aneel

O governo federal publicou semana passada decreto com as regras do empréstimo para socorrer o setor elétrico. A definição do valor ficou de ser estabelecido pela Aneel, agência reguladora do setor. O valor de R$15,6 bilhões devem ser emprestados por bancos públicos e privados numa operação coordenada pelo BNDES.

China pede que empresas estoquem alimentos do Brasil com medo da covid-19

A China solicitou que empresas do seu país aumentassem as compras de alimentos do Brasil, em especial grãos e oleaginosas, diante de uma possível segunda onda da covid 19 e o agravamento da doença no mundo, em especial no Brasil.

A orientação é que devem ser adquiridos maiores quantidades de soja, óleo de soja e milho. A aquisição visa garantir alimentos aos chineses em caso de colapso no fornecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *