Nelson Leal diz que morte de Marcelo Duarte é uma grande baixa no “exército dos defensores da democracia”

Ex-deputado estadual e vice-prefeito de Salvador, faleceu hoje, aos 88 anos

“No momento em que há uma séria ameaça à democracia no Brasil, a morte do ex-deputado Marcelo Duarte é uma baixa enorme para as fileiras do exército dos defensores da liberdade, da Constituição e do estado democrático de Direito”, externou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, ao pesar o falecimento, hoje (28.05), aos 88 anos, em Salvador, de Marcelo Duarte, ex-deputado estadual, cassado pelo golpe militar de 1964; ex-secretário de Justiça da Bahia; e vice-prefeito de Salvador por duas vezes, nomeadamente na gestão do prefeito Mário Kertész, entre 1986 e 1989.

“A Assembleia Legislativa da Bahia está de luto. Meu grande abraço solidário a toda família – especialmente na pessoa de seu filho, meu amigo e secretário Nestor Duarte – aos amigos e aos admiradores do ex-deputado, jurista e brilhante professor de Direito da Universidade Federal da Bahia. Marcelo Duarte era um gentleman, um homem sempre elegante, advogado da tolerância e da harmonia, mas de postura firme – diria até mesmo intransigente – quando o assunto versava sobre direitos, liberdade e democracia”, elogia o chefe do Legislativo estadual na moção de pesar que já protocolou junto à Mesa Diretora da ABA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *