Aprovação de ACM Neto no combate ao coronavírus segue elevada e chega a 96%

O desempenho do prefeito ACM Neto (Democratas) no combate ao coronavírus em Salvador continua com alto índice de aprovação da população. Nova pesquisa realizada pelo DataPoder360 e divulgada neste sábado (30) pelo jornal A Tarde mostra que o trabalho de ACM Neto é aprovado por 96% dos entrevistados, sendo que 76% consideram a atuação do prefeito como boa ou ótima e 20% como regular.

Esta é a quarta pesquisa realizada pelo DataPoder360 e divulgada pelo periódico. Em todas elas, a aprovação de ACM Neto se manteve acima dos 90%, considerado os entrevistados que apontaram o trabalho do prefeito como bom ou ótimo e regular. Na edição passada, o levantamento mostrou, inclusive, que a administração geral do democrata, não apenas no combate à covid-19, foi avaliada como ótima ou boa por 79% dos soteropolitanos, regular por 15% e ruim ou péssima por apenas 1%.

A nova pesquisa publicada neste sábado aponta ainda que 74% da população de Salvador apoia medidas mais duras no enfrentamento ao coronavírus. Na Bahia, 64% dos entrevistados disseram apoiar um confinamento mais radical.

Na capital baiana, ACM Neto tem endurecido as medidas nos últimos dias para conter o avanço do vírus e proteger as pessoas. O prefeito intensificou a atuação em bairros onde a taxa de contaminação estava elevada, a exemplo de Massaranduba, Uruguai e Periperi mais recentemente.

Em outra vertente, o prefeito trabalha para reforçar o sistema de saúde e garantir atendimento para todos as pessoas com coronavírus que necessitem de internamento. Neste sábado, por exemplo, o prefeito anunciou o início do funcionamento de mais um hospital exclusivo para pacientes com covid-19, no Prohope, em Cajazeiras, com 15 leitos e 40 profissionais.

O trabalho tem dado resultado. Nesta sexta-feira (29), ACM Neto anunciou a redução na taxa de ocupação dos leitos de UTI na capital baiana, que já chegou a ser de 88% e chegou agora a 68%. Contudo, o prefeito pondera que o alerta continua ligado e a população precisa continuar cumprindo as medidas restritivas para evitar a proliferação desenfreada do vírus.

Foto: Max Haack

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *