Estudantes da Unijorge participam do hackathon promovido pelo Sebrae com iniciativas sustentáveis

Três equipes formadas por alunos de nove cursos elaboraram projetos em alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU)

Mesmo com o distanciamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), estudantes de nove cursos de graduação da Unijorge se mobilizaram em buscar soluções criativas para elaboração de negócios inovadores e sustentáveis. Os projetos, que serão apresentados durante o Hackathon Universitário Online Sebrae, realizado neste fim de semana (dias 5, 6 e 7 de junho), foram desenvolvidos em alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).

O coordenador do curso de Administração da Unijorge, Constantino Oliveira, será um dos mentores do hackathon“Nosso maior objetivo, ao incentivarmos a participação dos alunos no hackathon, vai muito além da competição. A ideia principal é que os alunos tenham essa vivência, essa experiência que é única, tanto no âmbito acadêmico, quanto pessoal”, ressalta Constantino. Segundo o professor, durante a maratona os estudantes são apresentados a ferramentas do Sebrae e assistirão palestras enriquecedoras, além de ampliarem suas redes de contatos profissionais.

Um dos projetos que serão apresentados no Hackathon Universitário Online Sebrae será elaborado pela equipe Água e Vida. O projeto será desenvolvido de acordo com a ODS 6 – água potável e saneamento. “A minha principal expectativa é de apresentar um projeto sustentável de acordo com todas as normas vigentes e principalmente que atenda a população de baixa renda”, explica o estudante do 9º semestre de Engenharia Mecânica na Unijorge, Ulisses Soares de Farias Filho, um dos cinco integrantes da equipe Água e Vida.

Outro projeto que será apresentado durante o evento é o da equipe HPE (Hydroponic Portable Edition), inspirado na ODS 2 – fome zero e agricultura sustentável. O estudante do 2° semestre do curso de Ciências da Computação Matheus Santana ressalta que a maior dificuldade na elaboração do projeto foi o distanciamento social. “Tivemos que nos reinventar para chegarmos onde estamos”, afirma. Diante deste cenário, o trabalho do grupo está sendo marcado pela confiança e forte participação de todos.

A ODS 4 da ONU – educação de qualidade foi a escolhida pela equipe Saturno. “Nossa expectativa é desenvolver um aplicativo que, além de inovador, possa causar um grande impacto social. Acredito que, independentemente do resultado positivo ou não no final, estamos aprendendo muito com tudo isso”, garante a estudante do 9º semestre Engenharia de Produção da Unijorge, Tatiele Silva Moreira.

Tatiele afirma que a preparação para o Hackathon só foi possível devido a disciplina, organização e concentração da equipe. “Em casa estamos na nossa zona de conforto, contando também com diversas distrações. Por conta disso, foi algo desafiador e que fez com que colocássemos em prática, além das características citadas anteriormente, a questão da empatia e resiliência”.

Os estudantes inscritos no Hackathon Universitário Online Sebrae fazem parte dos cursos de Administração, Ciências da Computação, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Nutrição e Publicidade e Propaganda. “Acredito que a participação dos alunos da Unijorge no Hackathon do Sebrae mostra o quanto nós temos feito para que se interessem por esses problemas complexos e, principalmente, em buscar soluções como a melhor forma de nós contribuirmos para a comunidade na qual vivemos”, garante o reitor da Unijorge, professor Guilherme Marback Neto. O Hackathon Universitário Online Sebrae está contando com o apoio de professores, coordenadores da Unijorge e da Comunicação institucional.

Unijorge do Bem – Com o ideal de contribuir com a agenda ONU 2030, que visa transformar o mundo, a Unijorge tem buscado desenvolver e incentivar ações sustentáveis, tanto nos projetos de extensão, iniciação científica, trabalho de conclusão de curso e projetos sociais que envolvam toda a comunidade acadêmica.  “De forma interdisciplinar, o selo Unijorge do Bem agrega os cursos de graduação da UNIJORGE na consultoria arquitetônica, jurídica, nutricional, pedagógica e assistência social, prestando serviços de qualidade à população”, destaca a coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unijorge, Loris Brantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *