Coral leva conforto e esperança em meio à pandemia

Grupo mantém ensaios à distância e grava vídeos com clássicos da música brasileira

Os clássicos da música brasileira continuam sendo entoados pelas harmônicas vozes que, mesmo cumprindo o isolamento diante da pandemia, levam um pouco de conforto e esperança às pessoas, sendo uma alegria diante da Covid-19.

Com ensaios à distância, o Coral do Cárdio Pulmonar mantém uma rotina de encontros virtuais regidos por Poliana Monteiro, que está à frente do grupo há seis anos.

O grupo, formado por integrantes de vários setores do Cárdio Pulmonar, vem trabalhando novas canções e os vídeos estão sendo compartilhados nas redes sociais do Cárdio Pulmonar e no canal do Youtube. O mês de junho começou com a canção “mais bonito não há”, de Milton nascimento e Tiago Iorc: https://www.youtube.com/watch?v=yIJoHQot7Eg.

“Fizemos o primeiro com a música Semente do Amanhã, de Gonzaguinha, o segundo em homenagem ao Dia das Mães com a música Tão Sonhada, de Saulo Fernandes, e esse terceiro com Milton e Tiago Iorc”, conta Poliana, anunciando que o grupo trabalha agora com um vídeo para o São João.

“Antes mesmo de um vídeo ser postado já começamos a produção do próximo.  São várias etapas: escolher música, fazer arranjo, montar kits de ensaio, ensaiar, gravar voz e gravar imagem”, explica a regente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *