Confederação estima perdas de R$ 90 bilhões no setor de turismo

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), estima que o setor turístico acumule perdas da ordem de R$ 90 bilhões em razão da crise do novo coronavirus. A entidade também informou a necessidade de se promover ações para garantir a preservação de empresas do setor.

Campanha pretende arrecadar alimentos para guias de turismo na quarentena

Está marcado para a próxima segunda-feira, 15, das 10h às 16h, no Farol da Barra, a arrecadação de cestas básicas e produtos de limpeza para guias de turismo. Segundo o guia de turismo Fito Herrera, a ação está sendo realizadas por um grupo de trabalho que conta com representantes da classe de guias de turismo e é apoiada por entidades como o Sindicato de Guias de Turismo, Associação dos Monitores do Centro Histórico e a Associação de Condutores do Recôncavo. “Também estamos apoiando a aprovação da PL 23.845 para ajudar os profissionais do setor turistico. O turismo foi o primeiro a sentir os impactos da crise do novo coronavirus e talvez seja o último a sair. Tudo isso está sendo tudo muito complicado”, revela Fito Herrera.

Programa de Parcerias de Investimento estima aportes de R$ 37 bilhões

O Programa de Parcerias de Investimento, PPI, estima aportes de R$37 bilhões a partir de projetos de concessão e privatização, considerados pelo governo como estratégicos para a retomada do crescimento. Em especial projetos de arrendamento portuário como o dos portos de Santos e Itajai e aeroportuários como Viracopos (SP) e São Gonçalo do Amarante (RN)

Banco Central dos EUA mantém juros entre 0% a 0,25% para apoiar economia

O Federal Reserve, Banco Central dos EUA, optou por manter as taxas de juros entre 0% a 0,25% com o objetivo de apoiar a retomada econômica dos EUA em relação ao enfrentamento da crise do covid-19. A instituição pretende manter até 2022, os juros próximo a zero.

Gasto com os transporte cai 1,90% no mês de maio, segundo IPCA

Os brasileiros gastaram 1,90% a menos com transportes no mês de maio, gerando impacto negativo de 0,38 ponto percentual no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Instituto apontou também que os preços dos combustíveis diminuíram 4,56%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *