Conduta ética, profissional e política

Alderico Sena

A ética profissional é um dos critérios mais valorizados no mercado de trabalho. Ter uma boa conduta no ambiente de trabalho é a ferramenta adequada para o sucesso na carreira. A ética e o profissionalismo são duas palavras muito citadas nos ambientes institucionais, especialmente quando o tema é a postura profissional e o comportamento no trabalho.

Quem nunca se sentiu incomodado com aqueles colegas de trabalho que não aceita a ideia de ninguém a não ser a dele?

Estabelecer um padrão esperado de comportamento busca evitar que os colaboradores transgridam o aceitável e comprometam o bom clima institucional. Ética – regras e condutas morais no ambiente de trabalho são ferramentas essenciais para a confiabilidade e a credibilidade do produto/serviço do cliente e público.

A ética é conceituada como uma parte da filosofia que aborda os fundamentos da moral e também como um conjunto de regras e condutas. Esses aspectos comportamentais ligados à conduta moral regem o convívio em grupos, e são adquiridos por meio da vivência e da experiência. Portanto, mesmo sem uma divulgação expressa e um conhecimento absoluto desses princípios comportamentais, o indivíduo é capaz de identificar um comportamento como inadequado e, assim, evitar reproduzi-lo.

Existem alguns casos em que códigos de ética são redigidos para expressar claramente os comportamentos que desrespeitem a moralidade de um determinado grupo. Esse exemplo é muito recorrente em categorias profissionais — como médicos, advogados, odontólogos, jornalistas, contadores, políticos, servidores públicos, dentre outras classes — que possuem seu próprio código de ética no qual destacam os valores morais que devem tanger a atividade profissional e apontam os comportamentos considerados inapropriados.

A elaboração de um código de ética também acontece em empresas que desejam que os desvios comportamentais sejam conhecidos para serem contidos. O comportamento esperado de um colaborador em seu ambiente de trabalho deve estar alinhado às regras de conduta moral e ao profissionalismo. Este pode ser entendido como um conjunto de atitudes associadas a um exímio colaborador no desempenho de suas atividades laborais.

Atitudes como respeito às normas da empresa e aos horários do expediente, utilização de linguagem adequada nas comunicações interpessoais e por escrito, aparência adequada ao ambiente, seriedade no desenvolvimento e cumprimento das funções, proatividade, dentre outras, são atributos esperados do colaborador. O conjunto desses atributos que implicam bom desempenho das atividades e comportamento adequado é chamado profissionalismo.

conduta ética, profissional e política possibilita ao colaborador a oportunidade de crescer dentro da organização. Ao apresentar um desempenho de excelência, este estará no caminho certo para se destacar e alcançar cargos mais importantes em nível nacional e até internacional.

É importante informar aos jovens futuro do Brasil que dentro em breve estarão ingressando no mercado no mundo globalizado que as ferramentas adequadas para o sucesso profissional são: Três (C) Caráter, competência e compromisso com a instituição, seja no setor público e ou privado.

Alderico Sena – Bacharel em Teologia Sociedade e Política, Especialista em Gestão de Pessoas, Master em Auto Conhecimento e Desenvolvimento Humano -AVATAR Star Edge Internacional, Coordenador de Pessoal da Assembleia Estadual Constituinte 1989 e Ex-Diretor Regional de Pessoal do Extinto INAMPS – Previdência Social Bahia – aldericosena@gmail.com –www.aldericosena.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *