Odiosvaldo lembra que contrato do Governo da Bahia com a Vitalmed deve beneficiar profissionais da saúde

O vereador Odiosvaldo Vigas (PDT) questionou hoje (22) se um contrato entre o Governo da Bahia e a Vitalmed Serviços de Emergência Médica, no valor de R$ 580 mil mensais – totalizando valor aproximado de R$ 3,5 milhões, também beneficia os profissionais da saúde que trabalham na empresa e que atuam no combate ao Coronavírus Covid-19. “Precisamos saber se o Contrato 048/2020, de Dispensa  Emergencial, Processo 019.5351.2020.0038559-53, que rende um valor considerável à empresa, traz no seu bojo a divisão dos lucros com os funcionários. Por estarem na linha de frente à doença, eles recebem EPI (Equipamento de Proteção Individual?), insalubridade? Penosidade? E têm a garantia de receber outras vantagens em caso de enfermidade e até falecimento?”.
O edil informa que o contrato de seis meses prevê a prestação de serviços de remoção de pacientes por via terrestre, por intermédio de ambulância de Suporte Avançado de Vida – USA (UTI Móvel) para transporte de pacientes que estejam em situação crítica onde o transporte inter hospitalar somente possa ser realizado nessas condições. O serviço, no caso, atende exclusivamente a Central Estadual de Regulação para demandas de remoção de pacientes adultos, pediátricos e neonatais com suspeita ou confirmação de contaminação pelo vírus Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *