SINDPOC paralisa as atividades da 25ª DT em Dias D’Ávila, a Delegacia de Alagoinhas também deve ser interditada

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC) paralisou as atividades na 25ª Delegacia Territorial de Dias D’Ávila, nesta terça-feira (30), após 1 preso custodiado ser internado, 1 testar positivo e mais três com sintomas do novo coronavírus.

O Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes reforça que a permanência dos presos por mais de 48 horas, ou após a conclusão do flagrante é ilegal. Porém, infelizmente a Secretaria de Segurança Pública e a Secretaria de Administração Penitenciária não tomam as medidas cabíveis.

“Os policiais civis estão trabalhando em condições insalubres, sem equipamentos de proteção individual (EPIs), sem contar a falta de água para higienização do ambiente. Na 25ª DT já constam dois policiais afastados positivados pela Covid-19, e não existe desinfecção da Unidade, falta protocolos de biossegurança.

Eustácio afirma que, enquanto os presos estiverem na unidade policial, todas as atividades estarão suspensas. O sindicato reivindica a transferência imediata dos presos e que o Complexo passe por desinfecção. Além dos testes para a covid-19 para todos os servidores, porque os policiais civis de toda região que tiveram contatos com os presos, para que seja possível fazer um rastreamento mais  amplo.

O SINDPOC, também realizará assembleia extraordinária, nesta quarta-feira (1/07), no município de Alagoinhas, às 9 horas da manhã, para decretar lockdown até que os presos positivados para à Covid-19 sejam transferidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *