Tiago Correia defende reabertura de açougues

O deputado Tiago Correia (PSDB) apresentou nova indicação, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), direcionada ao prefeito ACM Neto (DEM), sugerindo os açougues como atividade essencial, a fim de que seja permitido o funcionamento no período de pandemia da Covid-19. Como justificativa, o tucano afirmou que o consumo de carne é fundamental para a saúde humana, por se tratar de uma importante fonte de ferro, zinco, fósforo, potássio, magnésio e selênio, benéficos para o organismo.

Para Correia, a população tem sido prejudicada pelo fato de terem reduzidas as opções de locais para a compra de carnes durante o período de restrição. Segundo o parlamentar, a liberação do funcionamento do comércio varejista de carnes, ao contrário do que é pensado, pode evitar aglomeração de pessoas nos supermercados.

“Considerando que, na impossibilidade de comprar carne nos açougues, a população das áreas com restrição decretada será obrigada a frequentar os poucos locais de compra permitidos, indo de encontro à ideia de reforçar o isolamento social e promovendo a aglomeração de pessoas em alguns poucos estabelecimentos”, argumenta.

No quesito proteção, Tiago Correia chama a atenção para a importância de facilitar que as pessoas tenham acesso ao alimento, uma vez que atributos nutricionais da carne podem ajudar a fortalecer a imunidade das pessoas.

o deputado Tiago Correia (PSDB) apresentou nova indicação, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), direcionada ao prefeito ACM Neto (DEM), sugerindo os açougues como atividade essencial, a fim de que seja permitido o funcionamento no período de pandemia da Covid-19. Como justificativa, o tucano afirmou que o consumo de carne é fundamental para a saúde humana, por se tratar de uma importante fonte de ferro, zinco, fósforo, potássio, magnésio e selênio, benéficos para o organismo.

Para Correia, a população tem sido prejudicada pelo fato de terem reduzidas as opções de locais para a compra de carnes durante o período de restrição. Segundo o parlamentar, a liberação do funcionamento do comércio varejista de carnes, ao contrário do que é pensado, pode evitar aglomeração de pessoas nos supermercados.

“Considerando que, na impossibilidade de comprar carne nos açougues, a população das áreas com restrição decretada será obrigada a frequentar os poucos locais de compra permitidos, indo de encontro à ideia de reforçar o isolamento social e promovendo a aglomeração de pessoas em alguns poucos estabelecimentos”, argumenta.

No quesito proteção, Tiago Correia chama a atenção para a importância de facilitar que as pessoas tenham acesso ao alimento, uma vez que atributos nutricionais da carne podem ajudar a fortalecer a imunidade das pessoas.

“Os açougues são estabelecimentos de fundamental importância para a comunidade local, sendo os principais fornecedores, as vezes únicos, de proteína animal. As proteínas também ajudam na produção de enzimas, hormônios, neurotransmissores e anticorpos, na reposição do gasto energético das células e no transporte de substâncias para o corpo, bem como atuam no metabolismo celular e na contração muscular. Além disso, os açougues estão inseridos na cultura e no hábito local de consumo”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *