Veículos intermunicipais devem ter dispensador de álcool em gel para passageiros, defende deputado

Os veículos que fazem o transporte intermunicipal na Bahia devem passar a ter dispensador de álcool em gel 70% para passageiros. A sugestão é mais uma indicação do deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB) ao governador Rui Costa (PT) para enfrentamento à crise sanitária gerada pelo novo coronavírus. Nesta terça-feira (14), o parlamentar disse que a medida é de fundamental importância para quem for viajar em território baiano.

“A intenção é proteger as pessoas que precisam se deslocar utilizando os ônibus, vans e micro-ônibus que fazem rota intermunicipal no estado, evitando a proliferação da doença causada pelo novo coronavírus da capital para o interior e vice-versa”, aponta Marcelinho. O deputado justifica a indicação reafirmando que “estudos científicos apontam que o coronavírus é transmitido por gotículas de saliva que se espalham pelo ambiente” e, por isso, a instalação do dispensador é fundamental.

Marcelinho destaca que as principais formas de prevenção são a utilização de máscara, lavar as mãos com água e sabão frequentemente, e/ou fazer a higienização com álcool em gel antisséptico 70%. “Esse dispensador nos transportes intermunicipais ajudará a evitar a disseminação do vírus nos grandes centros urbanos, evitando a ocorrência de um aumento dos casos, sobretudo neste ambiente de reabertura do comércio e retorno das atividades que estavam suspensas”.

O deputado ainda afirma que houve um aumento significativo de infectados por covid-19 logo após o período de festejos juninos. “Isso aconteceu pelo fato de muitas pessoas se deslocaram para o interior do estado para visitar seus familiares, tendo como possível vetor de contaminação os veículos que as transportaram”, completa Marcelinho Veiga.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *