Denúncias de poluição sonora caem pelo segundo fim de semana

A Subcoordenadoria de Combate à Poluição Sonora de Salvador, vinculada à Secretaria de Ordem Pública (Semop), realizou no fim de semana a operação Sílere em 108 bairros da cidade, com objetivo de coibir a prática abusiva de emissão sonora em logradouros públicos. Os agentes do órgão fizeram 324 vistorias e apreenderam 118 equipamentos. A ação contou com apoio da Polícia Militar.

Nos últimos três dias, os seis bairros mais denunciados foram Liberdade (27 ocorrências), Itapuã (25), Pernambués (21), Parque Bela Vista (21), Fazenda Grande do Retiro (20) e Paripe (19). Já as cinco fontes sonoras mais denunciadas foram residência (responsável por 29% das reclamações), veículo particular (27,5%), área pública (19,3%) e bar, restaurante ou boate (9,4%).

De acordo com a Semop, o último fim de semana de agosto contabilizou redução no número de denúncias de poluição sonora. De sexta (28) a domingo (30), foram 810 ocorrências registradas contra as 1.100 computadas entre os dias 21 e 23, ou seja, houve queda de 26%. Entre os dias 14 e 16, a secretaria havia recebido 2.200 denúncias.

As ações de combate à poluição sonora acontecem diariamente, sendo intensificada principalmente nas áreas com maior número de reclamações. A fiscalização tem como alvos estabelecimentos comerciais e residenciais, bem como veículos e “paredões” formados.  A população pode fazer denúncias para Coordenadoria de Fiscalização e Combate à Poluição Sonora pelos telefones Fala Salvador 156 ou Disque Coronavírus 160.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *