Prefeituras-bairro registram atendimento 69% menor que antes da pandemia

Desde o início do retorno dos órgãos públicos municipais que prestam auxílio ao cidadão, na última terça-feira (08), as Prefeituras-Bairro já realizaram 6.636 atendimentos. Isso representa 31% do número de ocorrências em período normal, antes da pandemia do novo coronavírus. Em 2019, a média semanal foi de 21 mil atendimentos.
Voltaram a funcionar, de 8h às 17h, as 10 unidades das Prefeituras-Bairro: Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cajazeiras, Itapuã, Valéria, Cidade Baixa, Barra/Pituba, Cabula/Tancredo Neves, Pau da Lima e Liberdade/São Caetano. Dessas, apenas a de Valéria se manteve aberta na pandemia com o serviço de dispensa de medicamentos, em horário das 8h às 14h. Em todas, o final do expediente tem sido dedicado ao atendimento exclusivo a pessoas do grupo de risco, já que pela manhã o movimento é sempre maior.
De acordo com o secretário de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, o movimento foi muito tranquilo na primeira semana. “Foi tudo dentro do planejado, conseguimos seguir rigorosos nos nossos protocolos de atendimento, garantindo a saúde do cidadão, dos funcionários e servidores”, assinalou. Segundo ele, a expectativa era até de um público maior. “A gente se preparou para uma demanda maior e a população não veio e nós agradecemos por isso, já que o momento ainda é de se precaver por conta da Covid-19”, frisa.
Para Galvão, o adiamento do recadastramento do programa Bolsa Família para 2021 colaborou na diminuição da procura pelas unidades. “A gente tinha um número expressivo de pessoas que nos buscavam para esse serviço”, pontua.
Foto: Jefferson Peixoto/Secom 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *