Sedur fiscaliza protocolos em reabertura dos cinemas de Salvador

A Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) realizou hoje (17) sete vistorias em cinemas de Salvador para averiguar o cumprimento dos protocolos de segurança sanitária na reabertura. Até agora, apenas os espaços Itaú de Cinema Glauber Rocha, na Praça Castro Alves, e Cine Daten Paseo, no Itaigara, optaram por não reabrir para se adequar melhor às medidas estabelecidas pela Prefeitura.

Foram verificados todos os ambientes externos e internos dos cinemas, principalmente se havia disponibilidade álcool a 70% para o público e o uso de protetor facial (face shields) nos funcionários durante o expediente. Os cinemas dos shoppings da Bahia, Bela Vista, Paralela, Barra e Lapa estavam cumpriram todos os protocolos de segurança para coibir a disseminação do coronavírus.

“É muito importante a consciência de toda a população, inclusive dos empresários, para evitar qualquer tipo de contágio. Foi necessário todo um processo de adequação para que a cidade chegasse nesse momento de reabertura dos cinemas. O objetivo do município é verificar se todos estão cumprindo os protocolos de segurança, como o distanciamento social e o uso de máscara, que só pode ser retirada durante a alimentação dentro das salas de exibição”, afirmou o coordenador de Fiscalização da Sedur, Everaldo Freitas.

Regras – Com o intuito de evitar aglomerações, as salas de cinemas, que reabriram hoje, devem funcionar de segunda-feira a domingo, das 12h às 23h. A limitação da capacidade de público é 50% ou até 100 pessoas em cada sala, com aumento do tempo de intervalo entre os filmes e distanciamento entre as poltronas. A limpeza e higienização dos espaços também deve ocorrer com frequência.

As vendas são controladas por um sistema que bloqueia automaticamente os assentos próximos aos já ocupados. Além disso, as poltronas que não puderem ser utilizadas também precisam estar sinalizadas e fisicamente isoladas. Há terminais de autoatendimento disponíveis nos complexos para compra de ingressos e itens da bomboniere. No caso de pagamentos presenciais no balcão, é indicado o uso de cartões pelo método de aproximação.

Na bomboniere, na bilheteria, nos terminais de autoatendimento e no acesso às salas marcadores de piso indicam as posições ideais de cada cliente para o garantir o distanciamento. Na entrada das salas, os clientes passam por tapetes higienizadores.

“Todos os protocolos orientados por nós são pensados na saúde da população e dos trabalhadores. Ou seja, é um momento onde todos podem curtir o seu momento de lazer ou trabalho com segurança, evitando qualquer tipo de contaminação”, destacou o coordenador de Fiscalização da Sedur.

Foto:  Jefferson Peixoto/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *