Tenista Natan Rodrigues é vice-campeão de duplas em Roland Garros

O tenista baiano, Natan Rodrigues, fez história em Roland Garros. Jogando ao lado do mineiro Bruno Oliveira, os dois conquistaram o vice-campeonato na chave de duplas do torneio juvenil de Roland Garros, disputada em Paris, na França.  A final foi realizada neste sábado (10), contra o italiano Flavio Cobolli e o suíço Dominic Stricker, que venceram os brasileiros por 6/2 e 6/4.

“Foi um jogo muito difícil, mas a gente teve muitas chances, muitos 40-iguais. E a minha análise é quando o Bruno estava muito bem, eu estava cometendo alguns erros bobos. Depois essa situação se inverteu. Foi uma semana fantástica. Eles jogaram muito bem. Um deles [Stricker] foi campeão de simples”, disse Natan, em entrevista ao canal por assinatura SporTV após a partida. Com apenas 18 anos, ele é atualmente o número sete do ranking mundial de sua categoria. Esta foi a sua terceira participação no Grand Slam.

Natan e Bruno tentavam dar o terceiro título para o Brasil na chave de duplas do juvenil em Paris e o segundo consecutivo. Gustavo Kuerten foi campeão ainda em 1994, junto do equatoriano Nicolas Lapentti. Já na temporada passada, o paulista Matheus Pucinelli venceu ao lado do argentino Thiago Tirante. Entre os vice-campeonatos, Edison Mandarino, Thomaz Koch e Luis Felipe Tavares já foram finalistas de simples, enquanto Guilherme Clezar e Beatriz Haddad Maia já decidiram torneios de duplas.

FazAtleta – Natan Rodrigues é patrocinado pelo FazAtleta – Iniciativa do Governo da Bahia, por meio das secretarias da Fazenda (Sefaz) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o programa funciona através da concessão de abatimento no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é concedido às empresas, situadas no estado da Bahia e que apoiam financeiramente projetos esportivos que são aprovados pela Comissão Gerenciadora do Programa.

O programa é destinado para propostas enquadradas na categoria de Esporte Amador Olímpico e Paralímpico, e que têm o objetivo de promover o incentivo ao desenvolvimento do esporte amador baiano. O aporte do programa para este ano é de R$ 4,5 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *